0

Com pernas protéticas, corredor é liberado para revezamento

1 ago 2012
14h45
  • separator
  • comentários

Por Peter Rutherford

LONDRES, 1 Ago (Reuters) - Oscar Pistorius saudou nesta quarta-feira a decisão da Federação Internacional de Atletismo (Iaaf) de permitir que ele corra o revezamento 4x400 metros em qualquer posição nos Jogos de Londres, mas o atleta duplamente amputado, apelidado de ''Blade Runner'', acha que vale mais para a equipe da África do Sul se correr em segundo ou terceiro lugar.

Pistorius, que corre usando lâminas protéticas de fibra de carbono, começou o revezamento pela África do Sul em campeonatos mundiais do ano passado em meio a preocupações sobre a segurança dos outros atletas durante as trocas de bastão.

Após uma reunião do conselho da Iaaf em Londres na terça-feira, no entanto, o presidente da federação, Lamine Diack, disse que não cabia a eles determinar as ordens de revezamento.

"Se eles querem que ele corra a segunda etapa, ele pode correr a segunda etapa. Não há problema algum para nós", disse ele a repórteres.

Diack tinha dito no ano passado no Campeonato Mundial na Coreia do Sul que Pistorius deveria correr primeiro.

"A única coisa que dissemos para a federação sul-africana é que se ele quer correr no revezamento, ele deve correr a primeira etapa para evitar perigo para os outros atletas", disse ele.

Nesta quarta-feira, Pistorius afirmou que as preocupações de segurança foram exageradas e tanto a Iaaf quanto o Comitê Olímpico Internacional (COI) estavam satisfeitos em permitir que o atleta de 25 anos corresse em qualquer posição.

"Já corri tantos revezamentos desde 2004 e nunca houve um incidente", disse ele em uma coletiva de imprensa lotada. "Eu corri a primeira etapa no ano passado, e a Iaaf e o COI estão felizes comigo correndo qualquer etapa."

"Eu corri no Campeonato Africano há algumas semanas na terceira posição, e nunca houve um incidente ou qualquer razão para eu não correr."

Pistorius disse que iniciar o revezamento não seria sua primeira escolha.

"Eu acho que a segunda ou terceira etapa faz sentido para mim. Nas largadas, com as pernas protéticas, eu sou realmente muito lento. Começar já correndo, eu provavelmente vou ser de muito mais utilidade ou valor para a equipe."

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade