4 eventos ao vivo

Com traje polêmico, russos perdem 1º lugar; Canadá lidera

22 fev 2010
00h44
atualizado às 03h05

Mesmo com a polêmica ao longo da semana envolvendo o povo e a cultura aborígene, o casal russo formado por Oksana Domnina e Maxim Shabalin utilizaram a dança típica dos originários da Austrália e Canadá na competição de dança no gelo dos Jogos Olímpicos de Inverno de Vancouver 2010. No entanto, não conseguiram permanecer na primeira colocação. Tessa Virtude e Scott Moir, do Canadá, roubaram a liderança, para delírio da torcida no Pacific Coliseum.

Na dança original, segunda etapa da patinação no gelo da competição, os russos levaram a nota 62.84. Assim, somando a pontuação do primeiro dia, na chamada dança obrigatória, a dupla chegou aos 106.60 pontos e caem para terceira colocação. Em segundo ficaram os americanos Charlie White e Meryl Davis, com 108.55. A dupla canadense somou nada menos que 111.15 e vai para última etapa como favorita ao ouro.

Domnina e Shabalin causaram polêmica no último campeonato europeu, em janeiro, ao realizarem uma dança relacionada à cultura aborígene, utilizando, inclusive, trajes inspirados no tema - tangas vermelhas e uma roupa com desenhos brancos, simulando a pintura corporal dos aborígenes.

Indignados, os povos aborígenes da Austrália disseram que a atitude dos dançarinos russos era um "roubo" de sua cultura. Domnina e Shabalin, então, quase desistiram de usar os trajes e executar a dança. Mas, durante esta semana, os russos tiveram um encontro com aborígenes do Canadá, que, ao contrário dos australianos, disseram estar honrados com a dança. Assim, os russos preferiram ignorar a polêmica e se apresentaram para levar a nota mais alta entre os competidores.

A dança livre, última parte do programa e que decidirá para quem vai a medalha de ouro, prata e bronze, será realizada às 21h45 (de Brasília) de segunda-feira.

Entenda a prova de dança no gelo da patinação artística

Na dança do gelo da patinação artística, um casal é avaliado pelo corpo de juízes por seu ritmo, interpretação da música e precisão dos passos. Diferentemente da prova de duplas da modalidade, não há saltos ou outras manobras. Como na dança de salão, os patinadores ficam em contato durante a maior parte da apresentação.

A disputa é dividida em três partes: dança obrigatória, definida por sorteio, dança original, na qual o casal atua em um estilo pré-definido, e dança livre, em que os atletas escolhem a música e definem a coreografia. Quem tiver mais pontos na soma das notas ganha o ouro.

Jogos Olímpicos de Inverno no Terra

O Terra transmite ao vivo a competição em 15 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito.

Uma equipe de 60 profissionais está encarregada de fazer a cobertura direto de Vancouver e dos estúdios do Terra, em São Paulo, no Brasil, com as últimas notícias, fotos, curiosidades, resultados e bastidores da competição.

A equipe conta com a participação do repórter especialista em esportes radicais Formiga - com 20 anos de experiência em modalidades de neve -, e o pentacampeão mundial de skate Sandro Dias, que comenta a competição em seu blog no Terra.

No celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone e smartphones: m.terra.com.br/vancouver

Patinação Artística - Dança - Original
Fonte: Terra
publicidade