Confira alguns dos versos de rodeio mais engraçados

atualizado em 6/6/2012 às 00h36
  • separator
  •  
  • comentários

Além de narrar as montarias, cabe ao locutor de rodeio agitar o público. Os versos são ótimos para isso - se forem engraçados, melhor ainda. Sogra, mulher, amante e dinheiro. O tema não importa, o que vale mesmo é provocar gargalhadas na multidão. Abaixo, confira os versos de alguns dos melhores locutores de rodeio do Brasil e outros de anônimos, que circulam pela arena.

Marco Brasil, um dos mais famosos locutores de rodeio do país
Marco Brasil, um dos mais famosos locutores de rodeio do país
Foto: Divulgação



Se mulher fosse dinheiro
Eu vivia pedindo esmola
Se chovesse mulher
Eu arrancava o telhado fora
A loira me deixou e a morena foi embora
Só me restou nesta vida
Rodeio, cachaça e moda de viola
Marco Brasil

Loira casa comigo
Que eu sou filho de fazendeiro
Minha bota cheira bosta de boi
Mas meu bolso cheira dinheiro
Fábbio Pereira

Ôôô morena, casa comigo que você não passa fome
De dia você come a cobra, à noite a cobra te come
Marco Brasil

Pimenta malagueta é ardida
Rapadura é docinha
Sua esposa é agitada
Mas como amante é mansinha
Fábbio Pereira

Hoje recebi uma carta
Que acabou com meu tormento
Ela dizia que minha casa
Pegou fogo e minha sogra estava dentro
Anônimo

No dia que casei foi um fuzuê danado
De um lado meu sogro, de outro meu cunhado
Na frente um sargento, atrás um soldado
Me levaram pro altar, com pulso algemado
Tinha um padre, um juiz e um delegado
Dessa vez acabei mesmo casado
Marco Brasil

Marmanjo a gente pega o pau de amansar louco
E enfia o cacete pra arrebentar
E as muchachas bonitas a gente carrega no colo
E leva na cama pra amar
Chico Mineiro

Eu nunca vi mudo falar, surdo escutar, cego enxergar
Mas já vi muita mulher baixinha fazer homem grande chorar
Marco Brasil

Morena me dá um beijo
Num lugar que não tem osso
Pra quando eu ficar velho
Me lembrar do tempo que eu era moço
Anônimo

Telefone é preto, mas não é café
Eu sou bom na bola, mas não sou Pelé
Eu sou bom no tapa e melhor no pé
Eu sou ruim pros homens e bonzinho pras mulher
Marco Brasil































































Terra

compartilhe

publicidade
publicidade