5 eventos ao vivo

Andrés volta a cutucar Adriano e avisa: "recado foi dado"

6 fev 2012
20h55
atualizado em 7/2/2012 às 00h30
Diego Garcia
Direto de São Paulo

O presidente licenciado do Corinthians, Andrés Sanchez, voltou a alfinetar o atacante Adriano, no que foi a principal contratação do clube em seu último ano de mandato no Parque São Jorge. Em entrevista nesta segunda-feira, durante a sabatina da Folha de São Paulo, o atual diretor de Seleções da CBF confirmou as palavras ditas à Revista Alfa, quando afirmou que o camisa 10 "não tem mais jeito".

» Santos é apontado como time mais valioso do Brasil; veja lista
» Por onde anda: veja jogadores de renome em times pelo Brasil

"O recado foi dado", limitou-se a dizer o dirigente, que depois defendeu o jogador, ao ser questionado se os excessos noturnos atrapalham o desempenho de Adriano no Corinthians. "Todo jogador gosta de balada, não é assim", declarou o presidente do Corinthians.

Adriano chegou ao Corinthians no primeiro semestre de 2011 e desde então convive com as críticas. Passou por lesão, ficou meses afastado e, ao retornar, entrou em campo em apenas 73 minutos e marcou um único gol. O jogador ainda ficou marcado por polêmicas, sendo a mais recente uma ausência em treino no CT do Parque Ecológico.

Venda de Neymar e "pau de arara"

Com a língua afiada, o dirigente da Confederação Brasileira de Futebol ainda afirmou que, se estivesse no comando do Santos no lugar do presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, teria vendido o atacante Neymar na primeira oportunidade.

"Todo mundo elogiou o Luis Alvaro quando ele fez isso (manteve Neymar no Santos), inclusive eu. Mas daqui a três anos, quando acabar o contrato, vão querer pegá-lo no pau de arara, porque não vai dar lucro nenhum para o Santos esse negócio", avisou o mandatário licenciado do arquirrival Corinthians.

O presidente do Santos conseguiu segurar Neymar no clube até o ano de 2014, quando a Copa do Mundo será disputada no Brasil. Depois disso, o atleta pode deixar o clube da Vila Belmiro sem render um único centavo aos cofres do clube.

No Corinthians, Adriano jogou apenas 73 minutos em dez meses de clube
No Corinthians, Adriano jogou apenas 73 minutos em dez meses de clube
Foto: Wagner Carmo / Gazeta Press
Fonte: Terra
publicidade