1 evento ao vivo

Com julgamento na quinta, Petros está em lista de Mano para quinta; "ainda"

10 set 2014
19h27

Mano Menezes não foi claro quando questionado sobre a utilização de Petros na partida do Corinthians contra o Atlético-MG, na quinta-feira, em Itaquera. O meia será julgado por suposta agressão ao árbitro Raphael Claus no mesmo dia do jogo e, independentemente do resultado, estará à disposição.

"Vamos esperar. Ele está relacionado para o jogo. Ainda", afirmou o técnico, lembrando que a eventual suspensão do jogador só será publicada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) no dia seguinte. "Mesmo que seja condenado, o que seria um fato negativo, ele terá condição de jogar à noite."

Pelo choque com o juiz na partida contra o Santos, no dia 10 de agosto, Petros foi considerado culpado de agressão pela Primeira Comissão Disciplinar do STJD e levou um gancho de 180 dias. O Corinthians recorreu e conseguiu suspender a pena até o julgamento em segunda instância, que acontecerá na quinta.

Preocupado com a reação dos árbitros a escalação do meia, Mano demorou a utilizá-lo novamente, colocando-o como titular apenas no último domingo, contra o Criciúma. A mesma lógica poderá valer contra o Atlético-MG caso se confirme uma punição mais pesada.A ideia do departamento jurídico do Corinthians é caracterizar a trombada entre Petros e Claus como um "ato hostil", com pena máxima de seis jogos de suspensão. No caso de ser mantido o entendimento de "agressão", o mínimo é mesmo a meia temporada de gancho definida em primeira instância.

Nesse último caso, a única esperança alvinegra seria um parecer do presidente do STJD convertendo metade da pena em ações sociais, como a doação de cestas básicas. DE qualquer maneira, Petros só poderia voltar a defender a equipe do Parque São Jorge em 2014.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade