0

Corinthians embala na Arena contra Bahia e fica perto de 8ªs

23 jul 2014
23h54
atualizado em 24/7/2014 às 02h13
  • separator
  • comentários

Com um desempenho exemplar no primeiro tempo, o Corinthians não teve dificuldade para superar o Bahia, nesta quarta-feira, por 3 a 0, e encaminhar a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil. A vitória, segunda seguida na Arena em Itaquera, serviu também para espantar de vez o retrospecto negativo do time na nova casa. Elias e Romero, no primeiro tempo, e Renato Augusto, na etapa final, foram os autores dos gols corintianos.

Elias vibra com o primeiro gol marcado contra o Bahia pela Copa do Brasil
Elias vibra com o primeiro gol marcado contra o Bahia pela Copa do Brasil
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

A grande novidade do time comandado por Mano Menezes foi a entrada do paraguaio Ángel Romero no lugar de Luciano. O atacante, que fez a primeira partida como titular, atuou pelo lado direito do setor ofensivo e, com muita velocidade e boa técnica, foi um dos destaques. Aos 32min ele foi substituído por Luciano e saiu aplaudido pelos 24.496 torcedores que compareceram ao estádio.

Com o resultado, a equipe paulista pode perder por até dois gols de diferença no jogo de volta, daqui duas semanas, em 6 de agosto, na Arena Fonte Nova, que avança às oitavas de final. Se marcar, a missão do Bahia fica ainda mais complicada. O time precisará vencer por quatro gols de diferença para eliminar o Corinthians.

A próxima fase da Copa do Brasil reunirá os 10 classificados da terceira fase, mais os seis brasileiros que disputaram a Copa Libertadores no primeiro semestre. São eles: Flamengo, Fluminense, Botafogo, Cruzeiro, Atlético-MG e Grêmio.

Corinthians sobra e abre boa vantagem

O primeiro tempo foi de um time só na Arena Corinthians. Com toques rápidos, os comandados por Mano Menezes mostraram entrosamento e dominaram a equipe do Bahia. Aos 18min, Petros deu ótimo lançamento para Elias, que precisou apenas de um toque por baixo do goleiro para abrir o placar: 1 a 0.

Em seguida, o Corinthians teve mais duas oportunidades. Aos 21min, Guerrero cruzou, Jadson dominou na entrada da área e finalizou por cima. Aos 27min, foi a vez de Ralf. O capitão roubou a bola no meio-campo, passou pelos marcadores e bateu à direita do gol de Lomba, rente ao poste.

O segundo gol, que estava cada vez mais perto, saiu aos 32min. Após cruzamento de Ralf, Ángel Romero mergulhou e, de "peixinho", aumentou o placar para os donos da casa. Já no final da etapa inicial, Elias e Guerrero ainda tiveram oportunidade de ampliar, mas desperdiçaram as chances criadas.

Guerrero sentiu um incômodo e acabou substituído no intervalo da partida
Guerrero sentiu um incômodo e acabou substituído no intervalo da partida
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra
Baixa no ataque e ritmo controlado

O Corinthians voltou para o segundo tempo com Romarinho no lugar de Guerrero. O camisa 9 sentiu um incômodo e Mano Menezes preferiu preservar o peruano para a sequência da Série A do Brasileiro. Neste domingo, a equipe faz o clássico contra o rival Palmeiras, também na Arena Corinthians.

Com o placar construído na etapa inicial, o Corinthians diminuiu o ritmo e viu o Bahia tentar impor seu jogo. A equipe baiana até conseguiu trocar passes no setor ofensivo, mas, sem criatividade, pouco assustou o goleiro Cássio.

Administrando o resultado, a melhor oportunidade do time alvinegro saiu dos pés de Romero, aos 15min. Jadson deu ótimo passe para o camisa 11, que finalizou da lateral de área, rente ao poste. O Bahia ainda quase descontou aos 26min. Marcos Aurélio ajeitou e Guilherme Santos bateu cruzado. A bola raspou o poste esquerdo.

No final da partida, quando o relógio já marcava 43min, o árbitro assinalou pênalti em um toque de mão do defensor do Bahia. Renato Augusto, que havia entrado no lugar de Jadson, converteu e deu números finais ao placar na Arena.

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade