2 eventos ao vivo

Corintianos descartam "entrega" contra Bahia e ignoram Palmeiras

19 out 2012
18h28
atualizado às 19h12
Diego Garcia
Direto de São Paulo

A chance de o Corinthians entregar o jogo para o Bahia e "vingar" a derrota do Palmeiras para o Fluminense pelo Campeonato Brasileiro de 2010 - quando os cariocas disputavam o título contra o clube alvinegro e acabaram beneficiados pela vitória diante da equipe alviverde - é praticamente nula. Ao menos é o que garantem os atacantes Guerrero e Martínez, que formarão trio de ataque no duelo deste sábado ao lado de Romarinho.

» Monte o time ideal do Corinthians para o Mundial
» Baixe aplicativo e acompanhe seu time do coração
» Veja fotos e escolha a pior camisa alternativa dos times brasileiros
» Veja como eram os astros do futebol mundial na infância
» Com Ronaldinho, americanos listam 100 atletas mais feios da história

"Acho que é jogo importante para o Corinthians contra o Bahia, apesar de estar na metade da tabela, e só interessa ganhar. É um jogo importante para manter o ritmo e ganhar confiança para o Mundial. Temos que conseguir os três pontos", disse Guerrero, ignorando a situação do Palmeiras.

"Está difícil para todos os times, todos têm possibilidades matemáticas de se salvar do rebaixamento e vão jogar com o coração. Não penso na situação do Palmeiras, só na do Corinthians e em ganhar sempre pelo Corinthians", acrescentou Martínez, que ainda comparou a rivalidade com o time alviverde à de Boca e River Plate na Argentina.

"Na Argentina nunca aconteceu uma situação como essa comigo, mas se tem oportunidade de River e Boca serem campeões aí os times têm que ganhar dos dois, e aqui é assim também com Corinthians e Palmeiras. Sempre penso em ganhar e no melhor para o Corinthians, por isso temos que vencer sem pensar em ajudar ou não o Palmeiras", definiu o argentino.

O Corinthians encara o Bahia no sábado, no Estádio do Pacaembu, às 18h30 (de Brasília), pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Se vencer, ajuda o arquirrival Palmeiras, que briga diretamente contra a equipe de Salvador para se livrar do rebaixamento. O time alviverde encara o Cruzeiro também neste sábado, em Araraquara, e pode diminuir para três pontos a diferença para os baianos.

"Agora vocês dizem que o Corinthians não briga por nada, mas para nós temos que ganhar todos os jogos e chegar tranquilos aos jogos. É bom para o treinador decidir qual será o time do Mundial. A preparação está acontecendo e o mais importante é que o time siga e melhore muitas coisas para o Mundial, que será muito difícil", minimizou o peruano Guerrero.

Martínez compara rivalidade de Corinthians x Palmeiras com Boca Juniors x River Plate
Martínez compara rivalidade de Corinthians x Palmeiras com Boca Juniors x River Plate
Foto: Léo Pinheiro / Terra
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade