0

Corintianos valorizam resultado fora e apostam na força da Arena

Com planos de voltarem aos treinos nesta sexta-feira, o elenco do Corinthians foi unânime ao enumerar os próximos passos da equipe até o confronto de volta contra o Nacional, na próxima quarta, na Arena: descanso e trabalho. Durante o desembarque alvinegro em São Paulo, na manhã desta quinta, ficou claro que os jogadores confiam plenamente […]

28 abr 2016
13h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Com planos de voltarem aos treinos nesta sexta-feira, o elenco do Corinthians foi unânime ao enumerar os próximos passos da equipe até o confronto de volta contra o Nacional, na próxima quarta, na Arena: descanso e trabalho.

Durante o desembarque alvinegro em São Paulo, na manhã desta quinta, ficou claro que os jogadores confiam plenamente em conseguir a classificação diante da torcida. Apesar do jogo brigado, o saldo do empate sem gols não foi interpretado de forma negativa.

Escalado como titular por Tite para desempenhar a função de Guilherme, Rodriguinho minimizou a mudança tática e elogiou a postura do Timão em território estrangeiro. “A equipe lutou bastante para trazer a decisão aqui para dentro. Temos que comemorar sim, porque temos a vantagem de jogar em casa e também o conhecimento do nosso campo”, comentou.

Companheiro de setor, Elias reforçou a importância da torcida estar presente em grande número em Itaquera (SP), na próxima quarta. “A gente tem que jogar, fazer o futebol que temos feito dentro da Arena. Conseguimos trazer um bom resultado para dentro de casa. Esperamos pelo apoio e a compreensão do torcedor para nos ajudar, e não atrapalhar, em busca de uma vitória”, falou.

Outro que pisou no gramado do Parque Central no decorrer da partida, o meia Marlone, que marcou seu primeiro gol com a camisa do Corinthians na goleada sobre o Cobresal – após belo voleio da entrada da área – mostrou confiar na força do grupo, a quem chamou de “família” ao comentar sobre a concorrência pela titularidade.

“O grupo está focado para classificar. Queríamos sair com a vitória, seria importante para nós, mas acho que, independentemente da dificuldade, foi um resultado bom. Sabemos da nossa força dentro de casa, a torcida, quando apoia, faz uma grande diferença”, ponderou. “A gente costuma falar que aqui é uma família, o Tite sabe a hora de colocar quem estiver melhor”, completou.

Um dos últimos a deixar o saguão do Aeroporto de Guarulhos direto para seu carro particular, que o aguardava no estacionamento, o volante Bruno Henrique ressaltou o fato de o Timão ter jogado “com o regulamento”.

“Não adiantava se expor e tomar um gol de contra ataque. Eles procuraram a bola longa porque têm um ataque rápido. Dificultaram bastante o jogo, principalmente no segundo tempo”, declarou o volante, que também comemorou o fato de a defesa não ter sido vazada fora de casa.

*especial para Gazeta Esportiva

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade