1 evento ao vivo

De Mazembe a "Flamengo egípcio", veja quem Corinthians pode ter na semi

26 set 2012
14h08
Diego Garcia

A Fifa já definiu como será o cruzamento das chaves do próximo Mundial de Clubes, que será disputado em dezembro, no Japão. Assim, o Corinthians já tem claro como será seu caminho para conquistar o segundo título mundial de sua história, igualando o feito da equipe de 2000, campeã de torneio disputado no Brasil. E, na semifinal, a equipe do Parque São Jorge poderá enfrentar desde algoz brasileiro até uma espécie de "Flamengo egípcio".

O Corinthians irá encarar em sua partida de estreia na competição o vencedor do duelo entre o campeão africano contra o time que triunfar de um confronto prévio envolvendo o Auckland City (atual detentor da taça da Oceania) e o campeão japonês, ainda indefinido. Por isso, o Terra apontou quais são os oito possíveis rivais corintianos na semifinal do Mundial, que vão desde o Mazembe - algoz do Inter na edição 2010 - até o Ah-Ahly - time mais popular do Egito. Confira, a seguir:

Veja os possíveis rivais do Corinthians na semifinais do Mundial de Clubes:

Campeão da Oceania: O time abaixo já venceu a Liga dos Campeões da Oceania

Auckland City FC - O clube fica localizado na cidade de Auckland, a maior da Nova Zelândia, e foi fundado em 2004. Mesmo com poucos anos de vida, já é um dos mais vitoriosos da Oceania: são quatro títulos nacionais e quatro continentais. Uma curiosidade é que a agremiação, ao contrário do milionário elenco do Corinthians, é amadora. Em seu site oficial, o ACFC avisa que todos seus jogadores possuem outras ocupações além do futebol.

Campeão Japonês: Os três times abaixo estão na liderança do Campeonato Japonês

Sanfrecce Hiroshima - Localizado na histórica cidade de Hiroshima, o Sanfreece não conquista um Nacional há 42 anos, mas está na liderança da atual edição e pode ir ao Mundial. Um dos destaques de seu elenco é o croata Mihael Mikic, atacante de 32 anos e com passagens pelo futebol alemão. Os brasileiros César Sampaio (atualmente gerente do Palmeiras), Beto (ex-Flamengo) e Marcelo Ramos (ex-Cruzeiro) passaram pelo clube no passado.

Vegalta Sendai - O clube, fundado em 1988, jamais foi campeão da Liga Japonesa. Contudo, segue na briga pelo caneco desse ano, já que está a apenas dois pontos do líder Sanfrecce e a oito rodadas do fim. Campeão da segunda divisão há duas temporadas, o Vegalta possui em seu elenco dois jogadores brasileiros. O meio-campista Deyvid Sacconi, ex-Palmeiras, e o atacante Wilson, ex-Corinthians.

Urawa Reds - Um dos mais tradicionais times japoneses, o Urawa Reds possui uma das maiores honras dos clubes locais: o terceiro ligar no Mundial de Clubes da Fifa de 2007. Em seu atual elenco, a agremiação nipônica aposta suas fichas em dois brasileiros: o meia-atacante Marcio Richardes, ex-Coritiba e São Caetano, e o atacante Popó, que no Brasil defendeu, entre outros, o Araçatuba. O capitão do time é Yuki Abe, da seleção do Japão.

Campeão Africano: Os quatro times abaixo estão nas semis da Liga dos Campeões da África

Mazembe-CON - O time do Congo protagonizou uma das maiores zebras da história do futebol brasileiro há dois anos, quando surpreendeu o planeta ao eliminar o Internacional das semifinais do Mundial de Clubes. Vice-campeão na ocasião, o Mazembe está nas semis da Liga dos Campeões Africanos e briga pelo penta no torneio. O brasileiro Júlio Santos, ex-São Paulo, está no elenco, assim como o goleiro Kidiaba, carrasco colocado em 2010.

Esperánce-TUN - O clube é o mais vitorioso do futebol tunisiano, com 24 títulos no currículo e o atual tricampeonato local. Em cenário continental são duas taças, a última delas no ano passado - luta pelo bi em 2012, mas ainda precisa passar das semifinais, onde enfrenta o Mazembe. Um dos nomes mais experientes do elenco é Khaled Mouelhi, que defendeu a seleção local entre 2003 e 2007.

Sunshine Stars-NIG - A equipe nigeriana vem fazendo boa campanha até aqui na Liga dos Campeões Africanos, mas terá parada dura na semifinal, quando enfrentará o poderoso Ah-Ahly-EAU. Time menos conhecido dos quatro finalistas, o Sunshine Stars possui de nome mais famoso em seu elenco o atacante John Owoeri, que passou pelo Feyenoord. Os jovens Oboabona e Kwambe, da seleção local, são outros destaques.

Al-Ahly-EAU - Clube que possui uma das 10 maiores torcidas do mundo, o Ah-Ahly é o time mais popular de seu país - uma espécie de "Flamengo dos Egito". Eleito pela Fifa como "o clube africano do século passado", foi bronze no Mundial de Clubes de 2006 e possui seis títulos da Liga dos Campeões da África. Um dos mais ricos clubes do planeta, possui no elenco o brasileiro Fábio Júnior, ex-Flamengo e Vasco.

Kidiaba pode rever time brasileiro no Mundial caso Mazembe seja campeão na África
Kidiaba pode rever time brasileiro no Mundial caso Mazembe seja campeão na África
Foto: Getty Images
Fonte: Terra
publicidade