1 evento ao vivo

Diretor do Corinthians acredita em permanência de Tite para 2014

19 out 2013
20h41
atualizado às 21h18
  • separator
  • 0
  • comentários

O diretor de futebol do Corinthians, Roberto de Andrade, afirmou que a decisão de manter o técnico Tite no elenco mesmo na atual fase da equipe deve facilitar a renovação do treinador para a próxima temporada. Tite tem contrato com o Corinthians até dezembro deste ano e uma reunião durante esta semana entre a cúpula alvinegra e o treinador decidiu pela permanência do comandante.

<p>Diretor de futebol, Roberto de Andrade admite que Tite pode seguir em 2014</p>
Diretor de futebol, Roberto de Andrade admite que Tite pode seguir em 2014
Foto: Bruno Santos / Terra

“Pela nossa convicção de mantê-lo, a facilidade de ele ficar aumentou. Tanto o clube como o treinador vivem de resultado. Sempre digo que não posso falar por ele. Queremos que ele fique. Todas as renovações foram no término do contrato e esse não vai ser diferente. Garanto a vocês que a conversa não dura mais que 10 minutos”, afirmou o diretor

A última vitória corintiana foi sobre o Bahia e Andrade espera um resultado positivo no Estádio Novelli Junior e não “exigirá” que a equipe jogue bem.

“Estamos em Itu pela proximidade de São Paulo, gramado bom e espero que o resultado apareça porque precisamos de três pontos. Não estamos exigindo que jogue bem. Eu, particularmente só quero os três pontos”, afirmou Andrade. O time alvinegro joga no Novelli Junior por conta de uma punição do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que deixou o clube alvinegro cinco jogos longe de sua casa, o Pacaembu. O time já cumpriu quatro partidas.

Questionado o motivo da má fase corintiana, o dirigente não soube responder, mas afirmou que o lado emocional dos atletas pesa bastante. “É difícil responder. É uma pergunta que se faz. Acredito que o baixo rendimento técnico, físico e emocional é fundamental. O gol diminui, a bola cresce. É um fato. O que precisamos é de um com resultado, porque se não vence a primeira não vence a segunda”, completou.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade