0

Emerson perde pênalti, mas Corinthians vence Ituano com gol no fim

9 mar 2013
20h18
atualizado às 21h56
  • separator
  • comentários

De volta após longa viagem ao México, onde foi derrotado pelo Tijuana pela Copa Libertadores, o Corinthians já teve que voltar a campo para enfrentar o Ituano neste sábado. Com uma equipe repleta de reservas, o time alvinegro derrotou o Ituano por 3 a 2 e quebrou série de cinco empates consecutivos. O gol da vitória foi marcado por Felipe aos 41min do segundo tempo, logo após Emerson desperdiçar pênalti polêmico.

O Corinthians está na sexta posição da tabela, com 18 pontos. Já o Ituano é o 15º colocado, com 10 pontos, a um da zona de rebaixamento. A equipe alvinegra volta a campo pelo Paulista no próximo sábado, novamente no Pacaembu, contra a União Barbarense. Já o time de Itu recebe o XV de Piracicaba na sexta-feira.

Edenílson comemora o gol que abriu o placar da vitória do Corinthians
Edenílson comemora o gol que abriu o placar da vitória do Corinthians
Foto: Fernando Dantas / Gazeta Press

Sob forte chuva, o técnico Tite mandou a campo uma equipe reserva, mas com jogadores experientes. O quarteto ofensivo foi formado por Douglas, Emerson, Jorge Henrique e Romarinho, todos velhos conhecidos do time titular. Alexandre Pato ficou no banco, mas entrou no segundo tempo.

Mesmo com o gramado prejudicado, as equipes fizeram uma partida movimentada e disputada. O placar foi inaugurado aos 17min do primeiro tempo a partir de um erro do Ituano. Depois de Marcinho Guerreiro perder a bola na saída ao ataque, Emerson foi acionado pela esquerda. O atacante cruzou do outro lado para Edenilson e viu o jogador chutar firme para marcar.

A resposta do Ituano veio na bola parada seis minutos depois. Fernando Gabriel alçou bola na área e Cléber subiu para cabecear firme. No momento, a equipe do interior era melhor, mas logo sofreu novo gol: em cobrança de falta, Guilherme disparou uma pancada fortíssima e superou o goleiro Vagner contando ainda com desvio no travessão.

Ainda houve tempo, entretanto, para novo empate do Ituano. Aos 37min, Fernando Gabriel lançou para Luciano, que dominou com estilo e bateu cruzado para superar o goleiro Danilo Fernandes.

O segundo tempo começou de maneira tímida, tendo nos chutes à distância as melhores oportunidades criadas. Para buscar a vitória, Tite pôs Pato em campo, e logo em seu primeiro lance o atacante ficou perto de marcar. Em bola lançada, o camisa 7 ficou cara a cara com o goleiro Vagner, mas o arqueiro saiu bem do gol e afastou a bola.

Com o tempo, o jogo foi caindo de ritmo. Os times criavam menos chances de marcar, mesmo com as substituições de seus treinadores. Novamente o chute à distância viraram a melhor opção. A emoção, porém, estava guardada para os últimos minutos.

Aos 39min, Pato tentou entrar na área, desabou quando foi marcado por Cléber e viu o árbitro dar pênalti polêmico. Emerson fez questão de cobrar a penalidade e Vagner espalmou para escanteio. Na sequência, o tiro de canto foi cobrado na cabeça de Felipe, que contou com falha do goleiro para fazer o gol da vitória do Corinthians.

Emerson é consolado por Felipe, autor do gol da vitória do Corinthians
Emerson é consolado por Felipe, autor do gol da vitória do Corinthians
Foto: Fernando Borges / Terra

Ficha técnica

CORINTHIANS 3 x 2 ITUANO

Gols
CORINTHIANS:
Edenílson, aos 17min, Guilherme, aos 33min do 1º tempo, e Felipe, aos 42min do 2º tempo
ITUANO:
Cléber, aos 23min, e Luciano, aos 37min do 1º tempo

CORINTHIANS: Danilo Fernandes; Edenílson, Chicão, Felipe e Igor (Alexandre Pato); Willian Arão (Giovanni), Guilherme e Douglas (Yago); Jorge Henrique, Romarinho e Emerson
Treinador: Tite

ITUANO: Vagner, Luciano (Marinho), Leandro Silva, Cleber e Victor Hugo; Patrick (Alisson), Marcinho Guerreiro, Cambará, Kleiton Domingues e Fernando Gabriel (Paulinho); Adailton
Treinador: Roberto Fonseca

Cartões amarelos
CORINTHIANS: Giovanni
ITUANO: Leandro Silva e Marcinho Guerreiro

Árbitro
Aurélio Santanna Martins (SP)

Local
Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

 

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade