0

Jorge Henrique irrita rivais e diz: "clássico é bom de jogar"

12 fev 2012
21h25
atualizado em 13/2/2012 às 00h29

Mais uma vez, Jorge Henrique chamou a atenção por tirar os adversários do sério em um clássico vencido pelo Corinthians. O atacante, que foi titular na vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo porque Tite resolveu preservar Alex para a estreia na Libertadores, diz que se sente bem em jogos contra rivais tradicionais.

» Confira a transformação física de Ronaldo, Adriano e outros jogadores
» Por onde anda: veja jogadores de renome em times pelo Brasil

"Clássico é bom de jogar, sempre falo isso e sempre vou repetir. Quando é clássico, você precisa se dedicar bastante e o grupo fez isso. Está todo mundo de parabéns", comentou o camisa 23, que foi o principal alvo dos tricolores no duelo do Pacaembu.

Ainda no começo da partida, quando o placar apontava empate sem gols, Wellington e Cícero receberam cartões amarelos por entradas firmes no atacante. No segundo tempo, João Filipe perdeu a cabeça, atingiu o corintiano sem bola e recebeu cartão vermelho, complicando de vez a situação do São Paulo, que àquela altura já perdia por 1 a 0.

Depois da partida, o volante Casemiro e o meia Lucas reconheceram que a equipe do Morumbi caiu na provocação de Jorge Henrique. Já o técnico Emerson Leão disse que as jogadas de efeito do jogador foram tema de discussão durante a semana e condenou a atitude de João Filipe.

Tite fez questão de defender seu comandado. "Jorge Henrique não provocou ninguém, ele jogou. Ele não fez nenhum chute no vento, que eu não gosto. O que ele fez foi para ganhar tempo, jogadas pessoais", comentou o treinador, que promoverá as voltas de Alex, Emerson e Liedson e mandará Jorge Henrique de volta para o banco na quarta-feira, contra o Deportivo Táchira, na estreia pela Libertadores.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade