6 eventos ao vivo
Logo do Corinthians
Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians

Corinthians

Lesionados, Alessandro e Paulo André apostam em folga para melhorar

9 jun 2013
07h39
atualizado às 07h39
  • separator
  • comentários

Dois jogadores importantes do Corinthians deixaram o campo machucados na noite deste sábado, no Estádio do Pacaembu, e tiveram de abandonar o jogo com a Portuguesa, que terminou em 0 a 0, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O zagueiro Paulo André e o lateral Alessandro saíram ainda no primeiro tempo, após sentirem fortes dores nas pernas.

<p>Tite já havia criticado o calendário por conta de lesões</p>
Tite já havia criticado o calendário por conta de lesões
Foto: Fernando Borges / Terra

Apesar da preocupação que as lesões nos jogadores provocaram sobre a equipe alvinegra, os atletas disseram apostar no período de folga, graças à pausa para a Copa das Confederações, para voltarem recuperados em julho.

"Eu não tinha condições de continuar na partida. Tive um problema que não dava para prosseguir. Se eu seguisse, poderia até colocar em risco uma jogada", lamentou Alessandro, sem entrar em detalhes sobre o diagnóstico da lesão. "Nos tranquiliza o fato de ter um período longo aí até o próximo jogo, no retorno do Brasileiro e a final da Recopa (Sul-americana, contra o São Paulo)", disse.

Para o jogador veterano, o calendário apertado tem contribuído para levá-los à exaustão. Embora menos direto que o técnico Tite, que em entrevista após o jogo pediu mudanças no cronograma de partidas, Alessandro admitiu a dificuldade em descansar o corpo em um período tão curto de tempo: o Corinthians jogou última quarta-feira, às 21h50, em Minas Gerais, e voltou a campo neste sábado às 18h30, na capital paulista.

"Se a gente for contar os números de jogos que o Corinthians fez, provavelmente vai ser superior ao de todas as outras equipes. Então isso conta de uma forma ou de outra, pelo desgaste. O intervalo entre um jogo e outro acaba sendo mais curto, mas a gente tem tempo pra recuperar. Não é uma questão física. É um desgaste físico. Fisicamente todo mundo acaba ficando pronto, mas quando você joga quarta-feira, 10h da noite, e vem jogar no sábado às 18h30, é normal que você esteja um pouco além da sua condição física para um jogo de 90 minutos. (...) Mas é o calendário que a gente tem que se adaptar a ele e lutar até o fim", afirmou.

Apesar de ter deixado o campo mancando, o zagueiro Paulo André tentou tranquilizar os torcedores e disse acreditar que tenha sofrido apenas uma lesão muscular. "Provavelmente em duas ou três semanas eu já estou recuperado. Eu sei que foi forte, porque eu estou com dor e dificuldade de andar. Pela experiência, vai algumas semanas aí pra recuperar. Mas estou bem tranquilo", afirmou.

Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade