Corinthians

Corinthians

publicidade
03 de dezembro de 2012 • 13h14

No Japão, são-paulino posa com bandeira e torce por Corinthians no Mundial

São-paulino, José Hatsuo afirmou que irá torcer para o arquirrival Corinthians no Mundial
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra
  • Direto de Nagoya (Japão)
 

A reportagem andava tranquilamente pelas avenidas de Nagoya quando avistou um homem de casaco vermelho, preto e branco atravessando a rua do movimentado município japonês. Era um agasalho do São Paulo, em posse do torcedor José Hatsuo, que surpreendeu a equipe do Terra ao avisar: irá torcer pelo Corinthians no Mundial de Clubes, disputado neste mês de dezembro, no Japão.

» Pelé, Corinthians e Mazembe; lembre fatos do Mundial de Clubes
» Rival fraco? Compare Chelsea com europeus campeões do mundo
» Monte o time ideal do Corinthians para o Mundial de Clubes
» Vai seguir o Corinthians no Japão? Conte sua história!

"O Corinthians tem um time forte e consistente e irá representar a América do Sul na competição. Não tenho motivos para não torcer por eles", avisou o são-paulino, que é boliviano de nascimento e mora na terra do sol nascente desde 1991. "Vim há 21 anos para cá e nunca mais voltei para meu país", explicou.

Funcionário de uma fábrica de fundição no Japão, José explicou que começou a torcer para o time brasileiro já no ano seguinte à sua decisão de morar no país nipônico, quando o São Paulo disputou a Mundial contra o Barcelona e venceu com dois gols de Raí.

"Mas virei torcedor mesmo em 2005, fui torcer pelo clube no Mundial contra o Liverpool e, desde então, me apaixonei pelo São Paulo. Vejo quase todos os jogos pela internet, acompanho o Campeonato Paulista, o Brasileiro, a Libertadores...", afirmou José, que não titubeou em posar com uma bandeira corintiana para fotos.

Hatsuo possui descendência japonesa e mora com a família em Nagoya, cidade que irá hospedar o Corinthians durante as semifinais do Mundial de Clubes da Fifa deste ano. Isso não será um problema para o boliviano, que além de torcer pelo time alvinegro ainda pretende ir aos jogos junto aos torcedores rivais.

"Quero ir nos jogos, tanto na semifinal quanto na final. Vou estar lá torcendo pelos corintianos", disse o torcedor, sem se importar com aquela que é considerada atualmente a maior rivalidade do Estado de São Paulo. Mesmo assim, José Hatsuo avisou: não abre mão de utilizar a camisa tricolor nos duelos corintianos. "Estarei nas arquibancadas... Mas com a minha camisa do São Paulo", acrescentou, aos risos.

E quem irá ser campeão do mundo de 2012, na opinião do torcedor tricolor? "Aqui no Japão todos consideram que o Chelsea será o vencedor, até pela diferença econômica entre europeus e sul-americanos. Mas vi jogos do Corinthians e sei que pode vencer", concluiu o surpreendente são-paulino.

Terra