1 evento ao vivo

"Exterminador de gigantes", Romarinho supera medalhões e vira xodó

28 jun 2012
11h22
Diego Garcia
Direto de Buenos Aires (Argentina)

O atacante Romarinho está mesmo à vontade com a camisa do Corinthians. Primeiro, entrou em campo no clássico contra o arquirrival Palmeiras, que atuava com quase todos os titulares diante de um time alvinegro formado por suplentes, e fez dois golaços que garantiram a vitória por 2 a 1. Depois, apareceu no fim e empatou duelo contra o Boca Juniors, pela final da Copa Libertadores. Um verdadeiro "exterminador de gigantes".

» Boca x Corinthians: veja comparativo e escolha os melhores de cada posição

Detentor de seis taças continentais no currículo, o Boca tem que ser respeitado quando atua em seus domínios, a lendária Bombonera, de Buenos Aires. Mas Romarinho não quis nem saber dos gritos apaixonados de 48 mil endiabrados argentinos, que gritavam como loucos por toda a partida e empurravam os xeneizes ao ataque.

Foi aos 40min que Romarinho recebeu passe de Emerson e deu por cobertura, na saída do goleiro Orión, deixando o Corinthians novamente em igualdade no placar. Um gol de quem conhece a coisa, apesar de apenas 21 anos de idade. Em Buenos Aires, aliás, o jogador é confundido como "filho de Romário" graças ao nome que faz referência ao tetracampeão do mundo com o Brasil.

O curioso é que Romarinho pegou apenas uma vez na bola por todo o jogo. Foi na finalização do histórico gol, que empatou tudo e deixou o Corinthians com a mão na taça da Libertadores. O jovem atacante não realizou mais nenhum outro critério no confronto. Só deu um chute a gol e ficou menos de 3 segundos com a bola nos pés, no que representa o maior índice de aproveitamento da história do Footstats: eficiência de 100%.

Os três gols de Romarinho pelo Corinthians, aliás, quebram uma marca curiosa e o fazem superar "medalhões" consagrados. Em quatro jogos, o atleta conseguiu superar os pífios dois tentos feitos por Adriano em sua passagem pelo Corinthians, além de igualar o número de vezes que Liedson balançou as redes na temporada. E não foram simples gols os de Romarinho: foram "apenas" contra Palmeiras e Boca Juniors. Será que nasce um ídolo?

Romarinho já soma marcas melhores que Adriano e Liedson no Corinthians
Romarinho já soma marcas melhores que Adriano e Liedson no Corinthians
Foto: AP
Fonte: Terra
publicidade