0

Santistas picham ala de corintianos com "centenada" e "gambás"

13 jun 2012
18h13
atualizado às 19h53
DIEGO GARCIA
KLAUS RICHMOND
Direto de Santos

Os torcedores do Santos não se inibiram com o veto de faixas provocativas pela polícia para a primeira partida da semifinal da Copa Libertadores da América, contra o Corinthians, nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), na Vila Belmiro. No setor destinado à entrada dos torcedores rivais, picharam um prédio com as inscrições provocativas "centenada" e "gambás".

» Veja opções de jogadores para o seu time repatriar no Brasileiro

A primeira provocação é alusiva ao fato do rival não ter conquistado títulos no centenário, em 2010, enquanto "gambás" é o termo depreciativo como é chamado o Corinthians. Em uma residência, os dizeres "nunca serão Liberta", garantindo que o time nunca ganhará a Copa Libertadores da América, também foram vistos.

A principal provocação foi o termo "Extra", relembrando a briga que ocorreu entre as torcidas em 2009, no hipermercado de mesmo nome, entre cerca de cem torcedores, levados posteriormente para um distrito policial na cidade. Um deles ainda foi encaminhado para um pronto-socorro, ferido.

Maria Wilma da Silva, 59 anos, moradora do prédio, desaprovou a atitude mesmo sendo santista. Além disso, mostrou-se aborrecida com novo fato de depredação.

"Sou santista, mas é claro que não aprovo isso. Sujou o nosso prédio. Não faz muito tempo que jogaram penas com óleo para intimidá-los, foi terrível", lembrou, fato que ocorreu recentemente, também no mesmo setor.

Os torcedores do Santos já iniciaram o clima de pressão na madrugada, com foguetório e algumas bombas caseiras atirados próximos ao hotel onde está hospedado o Corinthians, na praia do Gonzaga. Os rivais ainda não chegaram ao estádio.

Provocações contra corintianos tomaram conta de arredores da Vila Belmiro antes de jogo
Provocações contra corintianos tomaram conta de arredores da Vila Belmiro antes de jogo
Foto: K.R.C. DE MELO & CIA. LTDA - ME
Fonte: Terra
publicidade