0

Tite vibra com preocupação do enfermo Guerrero com o Corinthians

15 abr 2015
18h32
atualizado às 19h44
  • separator
  • 0
  • comentários

Tite disse ter passado uma mensagem de apoio a Paolo Guerrero, internado com dengue. O centroavante tem sido acompanhado por médicos do Corinthians, que observaram sua preocupação em apressar seu retorno à equipe, prevista para o próximo mês.

"Ele disse: ‘Doutor, temos jogos decisivos, quero estar junto com o grupo’. Perguntou: ‘Não dá para acelerar?’. Não estou fazendo média. Se perguntar ao Joaquim (Grava, médico), ele vai falar para vocês. Está em uma situação difícil, complicada, e está pensando no grupo. Olha o grau de envolvimento", vibrou o treinador.

Guerrero apresentou os primeiros sintomas da dengue de sexta para sábado, ficando fora do confronto com a Ponte Preta, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Confirmado o diagnóstico, os médicos previram ao menos 15 dias para que o peruano possa voltar a treinar.

Na ausência do camisa 9, Vagner Love atuou em sua função no final de semana. Foi dele o passe para que Renato Augusto definisse o triunfo do Corinthians. E o carioca está novamente escalado para enfrentar o San Lorenzo, na quinta-feira, no estádio de Itaquera.

Love conta com a confiança do chefe, que não deixa de lamentar a ausência de seu artilheiro - cujo contrato termina em julho, antes do fim da Copa Libertadores. "Queria estar com o Guerrero à disposição, sim. E queria estar com o Guerrero de contrato renovado", sorriu Tite.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade