0

Coritiba empata com o Atlético-PR fora e fica em vantagem na final

5 mai 2013
17h40
atualizado às 21h16

Buscando a quarta vitória consecutiva sobre o Atlético-PR em finais do Campeonato Paranaense, o Coritiba largou na frente neste domingo. A equipe empatou por 2 a 2 fora de casa e, agora, precisa apenas de uma nova igualdade no Couto Pereira.

Mesmo atuando como visitante, o Coxa saiu na frente com um gol de cabeça de Deivid após cruzamento de Robinho aos quatro minutos do primeiro tempo. Aos 12, no entanto, Patric desviou uma bola na área de carrinho contra a própria meta em lance simples e acabou empatando o jogo para o Furacão.

Após um segundo tempo morno, o final da partida se incendiou com um gol de Hernani após cobrança de escanteio aos 34 minutos para completar a virada atleticana. Seis minutos depois, o angolano Geraldo, que tinha acabado de entrar, voltou a empatar o jogo para o Coxa.

Assim, por ter realizado uma melhor campanha na primeira fase, o Coritiba, que já tinha o direito de decidir em casa, joga apenas por mais uma igualdade no Couto Pereira, no dia 12 de maio, domingo, às 15h50 (de Brasília), para conquistar o tetracampeonato paranaense consecutivo.O jogo - A partida teve um começo agitado. Logo após Edigar Júnio exigir boa defesa de Vanderlei ao finalizar cara a cara com o goleiro e indicar um bom início do Atlético-PR, Robinho recebeu passe em profundidade de Gil pela direita e cruzou para Deivid abrir o placar aos quatro minutos.

O Furacão, porém não se abalou e contou com a ajuda de Patric para empatar o jogo. Aos 12 minutos, Crislan avaçou pela esquerda e cruzou. O lateral esquerdo do Coxa foi muito mal na jogada e desviou de carrinho contra a própria meta em lance aparentemente tranquilo.

O Atlético-PR se empolgou com o gol e pressionou nos minutos seguintes, mas o Coritiba logo cresceu na partida e passou a levar mais perigo ao gol adversário. Aos 23 minutos, Alex recebeu passe em profundidade e entrou livre na área, mas demorou a finalizar e permitiu que Santos ficasse com a bola.

Aos 36, Robinho deu bom passe para Deivid na área. O atacante bateu colocado e parou em boa defesa de Santos. Dois minutos depois, Renato impediu que um cruzamento chegasse para Rafinha concluir em boa posição para o gol.

O segundo tempo, no entanto, não manteve o ritmo do primeiro. O jogo ficou morno, com marcação dura e poucas oportunidades. Fora uma oportunidade do Atlético-PR aos seis minutos em chute forte de fora da área de Douglas Coutinho defendido por Vanderlei, a partida seguiu sem maiores emoções até os 30 minutos.

Aos 34, porém, Hernani cabeceou cobrança de escanteio direto ao gol para virar o jogo para o Furacão e colocar fogo na partida. O Coritiba logo reagiu e empatou o jogo com o angolano Geraldo, que entrou aos 38 minutos, passando pela marcação para igualar o jogo com apenas dois minutos em campo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade