0

Justiça suspende estreia do Coritiba na Copa do Brasil

18 abr 2013
17h10
atualizado às 19h52
  • separator
  • 0
  • comentários

A partida entre Sousa-PB e Coritiba, marcada para 19h30 (de Brasília) desta quinta-feira, não vai acontecer. O juiz da 15ª Vara Cível da Paraíba, João Batista Barbosa, expediu uma liminar para suspender o confronto válido pela primeira fase da Copa do Brasil. O time paraíbano tentou fazer com que ela seja cassada, para que o jogo aconteça nesta quinta, mas o documento já foi entregue ao juiz Claudio Mercante Júnior, que anunciou a suspensão da partida.

<p>Reprodu&ccedil;&atilde;o mostra comunicado oficial da CBF que confirma a suspens&atilde;o do jogo</p>
Reprodução mostra comunicado oficial da CBF que confirma a suspensão do jogo
Foto: CBF / Reprodução

A tentativa de cancelar o duelo se deve ao fato de o CSP, que havia garantido a vaga pela Copa Paraíba, ter sido excluído da competição após uma decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

O CSP então resolveu acionar a Justiça Comum e por isso conseguiu a liminar. Porém, pelo entendimento do STJD, o Sousa - vice-campeão paraibano – era o clube com direito a participar do torneio. O impasse entre as duas decisões é o que tem gerado o problema na Copa do Brasil.

O Coritiba lamenta muito o ocorrido, mas evita comentar o assunto. “O maior problema é que prejudica todo o nosso planejamento. Viemos para a Paraíba e não tivemos jogo. Agora vamos jantar e voltar hoje mesmo para Curitiba”, afirma o coordenador de futebol do clube, Felipe Ximenes.

Já presente no Estádio Marizão, o técnico Marquinhos Santos também destacou que o problema atrapalha o planejamento alviverde e ainda lembrou da ansiedade que o clube tem para estrear na Copa do Brasil: "a gente chegou nas duas últimas finais, então agora o clube aguarda com muita expectativa para fazer uma grande competição novamente e buscar esse título que bateu na trave", afirmou, em entrevista ao canal Sportv.

O presidente do CSP, Josivaldo Alves, diz que o clube não tinha saída a não ser procurar a Justiça Comum. “São os nossos direitos, nos tiraram da competição. Espero que nos entendam, mas a gente já havia feito os nossos compromissos contando com a verba da participação na competição”, afirma o dirigente.

O CSP foi o primeiro clube a ser apontado como adversário do Coritiba na Copa do Brasil. Mas após uma decisão do STJD o clube do João Pessoa perdeu a vaga – devido a problemas na Copa Paraíba – e o Sousa passou a ser o segundo representante do estado na competição.

Não é a primeira vez que um time paraíbano cria confusão em âmbito nacional. No ano passado, o Treze-PB entrou na Justiça comum para tentar assegurar sua participação na Série C, por causa de fatos que ocorreram em 2011, envolvendo também o Rio Branco-AC. Isso causou o adiamento da terceira divisão nacional, que só começou no final de junho, após exclusão do time acreano para dar lugar ao Treze.

Fonte: PGTM Comunicação - Especial para o Terra PGTM Comunicação - Especial para o Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade