1 evento ao vivo

Um ano após perder gol contra Vasco, Deivid tem 1º clássico no Coritiba

2 fev 2013
18h40
atualizado às 19h17
  • separator
  • 0
  • comentários

Em 22 de fevereiro, Deivid protagonizou uma cena que marcou sua carreira: na pequena área, desmarcado e com o gol vazio, chutou a bola na trave e o Vasco eliminou o Flamengo na semifinal da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca de 2012. Quase um ano depois, o centroavante participará neste domingo de seu primeiro clássico pelo Coritiba. E se diz preparado.

O atacante de 33 anos é visto como trunfo por sua experiência para o duelo deste domingo, diante do Paraná, na Vila Capanema. "Gosto de jogar clássicos, contra times grandes, porque as equipes procuram o gol. O jogo é aberto", disse o camisa 9, no clube desde o segundo semestre do ano passado, ao site oficial do Coxa.

Com passagens também por Santos e Corinthians, e clássicos disputados por ambos além dos que participou pelo Flamengo, Deivid, embora tenha ficado marcado negativamente há um ano, dá dicas do que seus colegas precisarão fazer. "A concentração tem que acontecer desde o primeiro até o último minuto, porque a qualquer momento você pode marcar um gol e definir uma partida.

"O clássico deste domingo, pela quinta rodada do Campeonato Paranaense, define quem segue na liderança, já que tanto Coritiba quanto Paraná somam dez pontos em quatro partidas. E com campanhas idênticas: três vitórias, um empate, sete gols feitos e um sofrido. A final do Estadual reunirá o campeão do primeiro turno contra o vencedor do segundo, no sistema de pontos corridos.

"Sabemos da importância da partida pela briga na liderança, que o Paraná é muito forte em seu estádio, mas temos que ir para lá e pensar em buscar a vitória", falou Deivid. "Foram só quatro jogos, a temporada ainda é longa. Estamos saindo de um período de pré-temporada e já com jogos importantes. O importante é que as vitórias estão vindo e que estamos pontuando", comemorou o centroavante.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade