2 eventos ao vivo

Costa Rica festeja dia de fama com churrasco e veto a álcool

16 jun 2014
17h09
atualizado às 18h00
  • separator
  • 0
  • comentários

A Costa Rica ainda festeja a nova fama de sensação da Copa do Mundo. A seleção, que realizou na manhã desta segunda-feira o seu primeiro treino após a vitória diante do Uruguai, no sábado, em Fortaleza, aproveitou o restante do dia para comemorar o feito em uma churrascaria e visitar uma escola, em Santos, no litoral paulista, onde está hospedada.

<p>Costarriquenhos foram a uma famosa churrascaria em Santos</p>
Costarriquenhos foram a uma famosa churrascaria em Santos
Foto: Klaus Richmond / K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

Logo após a atividade na Vila Belmiro, os jogadores saíram para comer na Tertúlia, famosa churrascaria local utilizada pelo Santos em comemorações de títulos e constantemente frequentada por jogadores e celebridades. Robinho, atacante do Milan, da Itália, que está na cidade, foi visto uma série de vezes no local nas últimas semanas.

Os costarriquenhos, por sua vez, não fizeram muitas exigências. Solicitaram alguns sucos e frutas à mesa mais acessível aos cerca de 50 membros da delegação entre jogadores e comissão técnica. A nutricionista vetou o uso de bebidas alcoólicas.

<p>Atletas foram recebidos com festa em escola da cidade</p>
Atletas foram recebidos com festa em escola da cidade
Foto: Klaus Richmond / K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME

Delegação visita escola
Assim que saíram do restaurante, os atletas foram ao hotel, de onde se dirigiram a Escola Municipal Padre Lúcio Floro, no Morro do José Menino, em Santos. Os atletas chegaram em duas vans e, logo na entrada, foram bastante assediados pelos moradores locais.

Os jogadores foram recebidos pelas crianças da escola com gritos e apresentações coreografadas. Os alunos ainda confeccionaram cartazes e fizeram outras apresentações.

"Fui eu quem pediu isso (para vir a uma escola local). Os jogadores não podem perder esse sentimento com relação às pessoas, às crianças. Nós do futebol viemos da pobreza e eles precisam sentir isso", disse o treinador Jorge Luis Pinto, que ainda amenizou a possibilidade do evento atrapalhar a concentração para a partida contra a Itália.

<p>Após homenagem, jogadores ganharam folga de treino</p>
Após homenagem, jogadores ganharam folga de treino
Foto: Klaus Richmond / K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME

"Não nos atrapalha ou distrai. Nós queremos que o futebol seja algo para a população, para a sociedade", completou.

Durante as apresentações, os jogadores cumprimentaram as crianças e esboçaram acompanhar as danças. Depois, entregaram cartões com informações do time. Mais uma vez, acompanhou a delegação o ídolo santista e tricampeão mundial em 1970, Clodoaldo Tavares Santana.

Os costarriquenhos ganharão descanso para o restante do dia, já que não treinarão no período da tarde. A equipe volta a jogar na sexta, às 13h (de Brasília), diante da Itália, na Arena Pernambuco, em Recife.

Fonte: K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade