Neymar

publicidade
06 de julho de 2014 • 14h41 • atualizado às 15h58

Candidata a deputada se retrata após desejar morte de Zuñiga

Zúñiga (dir) foi atacado em rede social por candidata do PT
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Candidata do Partido dos Trabalhadores (PT) a deputada estadual no Rio Grande do Sul, Luísa Helena Stern causou polêmica neste fim de semana. Após desejar a morte do colombiano Camilo Zuñiga logo depois da confirmação de que a joelhada do lateral tirou Neymar do restante da Copa do Mundo, a militante recuou e pediu desculpas ao jogador da seleção sul-americana.

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

A polêmica que envolveu a candidata foi iniciada pelo Twitter na última sexta-feira. "Desejo que o Camilo Zuñiga tenha o mesmo fim do Escobar. Com a diferença que o outro era inocente", escreveu, lembrando do jogador colombiano morto há 20 anos após uma discussão na Colômbia ocasionada por um gol contra feito na Copa de 1994.

Luísa Stern recebeu intensas críticas pela mensagem na rede social. Inicialmente, a candidata não mostrou remorso do que havia escrito. "Se alguém entrou aqui para me agredir e me atacar, saiba que sou como massa de pão, quanto mais batem, mais eu cresço".

Ironicamente, Stern diz ser uma candidata que trabalha pela "defesa dos direitos humanos". Ainda assim, seguiu atacando os críticos à sua posição. "Quem defende a agressão do Zuñiga e tenta me trolar (sic) por isto, será sumariamente banido", afirmou a política do PT, que ainda ironizou: "o outro ponto é que não são meus eleitores, sequer são do Rio Grande do Sul, então não fazem diferença nenhuma".

Pouco a pouco, entretanto, Stern passou a recuar no que havia dito. "Só quero dizer que em nenhum momento defendi agressão ou morte de qualquer pessoa e que não se pode interpretar ao pé da letra um comentário sobre futebol, em tom de desabafo e em sentido figurado".

O pedido de desculpas ao colombiano, contudo, surgiu apenas quase 24 horas depois da primeira mensagem.

"Também quero reiterar meus pedidos de desculpas ao Camilo Zuñiga e a todo o povo colombiano pelas postagem de ontem. Não desejo mal algum a Camilo Zuñiga nem a qualquer outra pessoa. Foi a raiva do momento que me levou a postar algo reprovável. Se o jogador colombiano errou, que seja punido na esfera esportiva, não desejo e não aprovo qualquer mensagem de ódio a ele e sua família", lamentou.

Veja os tweets da candidata Luísa Stern:

Terra