0

Com larga vantagem, Cruzeiro deve usar time misto contra Villa Nova

4 mai 2013
09h10

Com a goleada no primeiro jogo da semifinal, por 4 a 0, o Cruzeiro abriu larga vantagem sobre o Villa Nova, podendo chegar à decisão mesmo em caso de derrota. Desta forma, o treinador Marcelo Oliveira pretende testar alguns reservas na partida, preservando jogadores pelo cansaço físico ou pelo número de cartões, que pode tirá-los de uma possível final com o Atlético-MG.

"Vai haver uma mescla maior do time que jogou contra o Resende. Com alguns jogadores, vamos administrar o cansaço e os cartões amarelos", explicou o treinador, que também usou um time recheado de jogadores reservas no duelo contra a equipe carioca, pela Copa do Brasil, na última quarta-feira.

Apesar da boa vantagem construída, Marcelo Oliveira prefere manter os pés no chão e não colocar o Cruzeiro na final do Campeonato Mineiro. "O futebol, ao longo da história, promoveu muitas surpresas. Não pode haver um pré-julgamento. Vai ter torcida que espera um bom resultado. É um jogo decisivo e não é fácil".

Ciente da cobrança da torcida, o comandante espera mais uma vitória na competição, mantendo a invencibilidade no Campeonato Mineiro. O confronto contra o Villa Nova será apenas na próxima quarta-feira, às 20h30 (de Brasília), quando o Cruzeiro já conhecerá o possível adversário da decisão. Atlético-MG e Tombense fazem o jogo decisivo neste domingo, na Arena Independência.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade