0

Cruzeiro negocia contrato de patrocínio com a Caixa Econômica Federal

27 jun 2013
13h41
atualizado às 16h22
  • separator
  • 0
  • comentários

Patrocinado pelo Banco BMG, o Cruzeiro pode mudar nos próximos dias. A equipe negocia com a Caixa Econômica Federal, e o acordo entre as partes estaria próximo de ser fechado. O atual contrato de patrocínio máster só termina em 2014, mas a cúpula celeste acredita que não terá problemas para rescindir o vínculo de forma amigável.

<p>Instituição deve substituir banco BMG; acerto ficou mais fácil após negativa do Atlético-MG</p>
Instituição deve substituir banco BMG; acerto ficou mais fácil após negativa do Atlético-MG
Foto: Washington Alves / Vipcomm

As negociações para o acordo com a Caixa devem ser finalizadas no início de julho. O acerto não acontecerá antes por que o Cruzeiro faz intertemporada nos Estados Unidos e vários dirigentes acompanham o time. No retorno, as conversas devem prosseguir com a assinatura do contrato.

O Cruzeiro confirma a informação que negocia com a Caixa Econômica Federal, mas os valores ainda não foram divulgados. O atual compromisso com o BMG rende cerca de R$ 12 milhões ao ano, o que significa que o acerto com a Caixa vai garantir um reajuste importante para os cofres.

O namoro Cruzeiro-Caixa Econômica Federal já vem ocorrendo há algum tempo, e o acerto só não aconteceu ainda porque a instituição financeira pretendia patrocinar também o Atlético-MG, mas o acordo com a diretoria alvinegra parece longe. Sem o maior rival cruzeirense, o banco esfriou as conversas com os celestes, que só foram retomadas recentemente.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade