2 eventos ao vivo

Diretoria celeste faz cobranças, e Deivid balança na Toca da Raposa

A paciência da diretoria cruzeirense com o técnico Deivid está chegando ao limite. Após a derrota para o América-MG por 2 a 0, pela partida de ida das semifinais do Estadual, e o empate sem gols contra o time misto do Campinense, pela estreia na Copa do Brasil, a cúpula celeste se reuniu, nesta quinta-feira, […]

21 abr 2016
18h41
  • separator
  • 0
  • comentários

Após resultados ruins contra América-MG e Campinense, Deivid volta a ficar pressionado no cargo (Washington Alves/Light Press)

A paciência da diretoria cruzeirense com o técnico Deivid está chegando ao limite. Após a derrota para o América-MG por 2 a 0, pela partida de ida das semifinais do Estadual, e o empate sem gols contra o time misto do Campinense, pela estreia na Copa do Brasil, a cúpula celeste se reuniu, nesta quinta-feira, com a comissão técnica e com os jogadores, pedindo uma reação imediata da equipe.

Apesar de evitar dar um tom de ultimato ao treinador, a diretoria celeste deixou transparecer que o duelo do próximo domingo, contra o América-MG, às 16h (de Brasília), no Mineirão, pela partida de volta das semifinais do Estadual, será decisiva para a permanência de Deivid na Toca da Raposa.

“A gente não pode falar sim ou não (se Deivid será demitido caso o Cruzeiro não elimine o América). Todos vivem de resultados, principalmente no futebol profissional. Não esperamos colocar uma pressão dessa na comissão e nos jogadores. É claro que esperamos um bom jogo, passar e chegar às finais”, colocou o vice-presidente de futebol, Bruno Vicintin.

“Eu não posso colocar pressão no treinador na coletiva. Todos nós no futebol profissional, sabemos disso. Quem não aguenta a pressão, não pode trabalhar no futebol. Ainda mais num clube como o Cruzeiro. O trabalho começou com uma pressão muito grande, pelos resultados. Começamos a ter vitórias e, de repente, o time começou a crescer. Vencemos o clássico, mas perdemos um jogo decisivo para o América. Para a nossa sorte, temos a chance de reverter. Depois fizemos um jogo ruim com o Campinense. Mas com todo o respeito, temos de impor nosso tamanho”, completou.

Diretoria não garante permanência de Deivid em caso de eliminação no domingo (Washington Alves/Light Press)

Até o momento, Deivid já comandou o Cruzeiro em 17 jogos no ano, acumulando dez vitorias, cinco empates e apenas duas derrotas. O aproveitamento de 68%, contudo, não é o suficiente para assegurar o prosseguimento do treinador no cargo.

“Em termos de números, é um trabalho de bons números. Mas vamos avaliar ao fim do campeonato. O Cruzeiro não entra por boas campanhas, entra para ser campeão. A gente espera que, não sendo campeão, o time ao menos jogue como a torcida quer ver”, destacou Vicintin.

Voto de confiança – Mesmo diante das cobranças feitas à comissão técnica, tanto Bruno Vicintin, quanto o diretor de futebol, Thiago Scuro, também presente na reunião desta quinta-feira, deram um voto de confiança a Deivid.

Apesar da irregularidade apresentada pela Cruzeiro ao longo dos primeiros meses de 2016, ambos os dirigentes se mostraram esperançosos numa classificação para a final do Campeonato Mineiro. Vale lembrar que, para isso, o time celeste terá que vencer o América-MG por, no mínimo, dois gols de diferença no domingo.

“Trocar treinador a três dias de jogo decisivo seria precipitado. Oscilações são normais, a gente entende e assume toda a responsabilidade. Não estamos satisfeitos, mas temos de esperar o fim do trabalho. Por mais que peçam para demitir treinador, seria praticamente entregar pontos num campeonato que acreditamos ainda termos chance de reverter”, colocou Vicintin.

“Sabemos que o trabalho não está ruim, a ponto de ser descartado. Nossa atenção está no jogo de domingo. Sabemos que temos condições de reverter o resultado. Estamos criando um clima de decisão para os atletas e para a comissão técnica. É para isso que trabalhamos. Isso fez uma grande diferença na história do Cruzeiro e vai fazer também no domingo”, reforçou Thiago Scuro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade