2 eventos ao vivo

Cruzeirense diz que "comprou" juiz, mas acordo não deu certo

11 jan 2016
17h43
atualizado às 18h15
  • separator
  • 0
  • comentários

Atual supervisor de futebol do Cruzeiro, Benecy Queiroz deu uma entrevista, nesse domingo, ao programa Meio de Campo, da Rede Minas, que promete dar o que falar. Isto, porque o dirigente admitiu já ter "comprado" um árbitro para garantir uma vitória cruzeirense, na época em que o clube celeste era dirigido pelo técnico Ênio Andrade, entre os anos 80 e 90.

Durante a entrevista, Benecy confirma que chegou a exigir do juiz que um pênalti fosse marcado para o Cruzeiro. Após a polêmica declaração, o dirigente cruzeirense preferiu não seguir comentando sobre o assunto.

Benecy Queiroz (na porta do ônibus) é supervisor de futebol do Cruzeiro
Benecy Queiroz (na porta do ônibus) é supervisor de futebol do Cruzeiro
Foto: Pedro Silveira/O Tempo / Gazeta Press

"São coisas difíceis de você responder. Efetivamente que existe a mala branca, existe a mala branca. Todos nós sabemos que times menores aceitam. Não digo que é suborno, tá? Porque se a gente partir do raciocínio que é suborno, os clubes não pagariam bicho, prêmios tão altos para ganhar", revelou.

"Só vou citar um caso específico, não falo o nome, aqui em Minas Gerais. O treinador era Ênio Andrade. E nós, através de indicação de uma pessoa, achamos que compramos um juiz. E o juiz falou: 'olha, fique tranquilo que o time do adversário não sai do meio-de-campo'. Então, nos 45 primeiros minutos, ele deu muita falta só no meio-de-campo. Então, falei com ele: 'é, o negócio, acho que vai dar certo'. Só que, por azar nosso, o adversário chutou uma bola do meio-de-campo, o goleiro, eu posso falar o nome, Vitor, no ângulo e gol. E o juiz, então, o que foi que ele fez? Continuou dando falta só no meio. Só no meio. Só no meio. E uma hora, antigamente podia entrar dentro de campo, eu falei com ele: 'velho, eu paguei você, vê se você dá o pênalti'. Ele falou assim: 'manda o seu time lá para frente que eu dou o pênalti'. Aí falei com o capitão: 'olha, manda todo mundo para frente, temos que empatar o jogo'. Aí foi para frente, toda bola ele dava falta contra o Cruzeiro. Então, eu cheguei à conclusão de que eu empreguei um dinheiro errado", concluiu.

Integrante da diretoria cruzeirense, Benecy Queiroz possui longa trajetória no Cruzeiro, tendo chegado ao clube mineiro na década de 70. Atualmente, o dirigente é o responsável pela logística das viagens da equipe celeste, mas também participa das negociações e contratações de novos jogadores.

Na temporada passada, após a saída de Alexandre Mattos para o Palmeiras, Benecy assumiu a direção de futebol, juntamente com o gerente de futebol Valdir Barbosa. As críticas feitas ao trabalho da dupla fizeram o Cruzeiro contratar Isaías Tinoco para o cargo, contudo o dirigente acabou sendo demitido em agosto.

Atualmente o cargo de diretor de futebol da Raposa é ocupado por Thiago Scuro, contudo, Benecy Queiroz segue participando das tratativas cruzeirense no mercado, devido a sua influência no clube mineiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade