1 evento ao vivo

Daniel Dias celebra repetição de Pequim e recorde mundial "esperado"

30 ago 2012
17h16
atualizado às 17h22
Danilo Vital
Direto de Londres

Depois de levar a primeira medalha de ouro do Brasil nos Jogos Paralímpicos de Londres, nesta quinta, na prova dos 50 m livre S5 para nadadores com deficiência físico-motoras, o nadador brasileiro Daniel Dias comemorou a repetição de Pequim, quando também levou ouro na primeira final. Dias ainda celebrou o recorde mundial, mesmo tendo sido abaixo do tempo que esperava.

» Confira 100 fotos da Cerimônia de Abertura da Paralimpíada de Londres
» De bocha a goalball, conheça os esportes dos Jogos Paralímpicos

"Poder começar com uma medalha de ouro e recorde mundial, a primeira medalha de ouro do Brasil, é ótimo. Em Pequim foi da mesma maneira. Quero repetir o mesmo feito de Pequim, nadando bem todas as provas para conquistar medalhas. Eu confesso que esperava nadar para 31s90. Faltou pouco. Mas já esperava o recorde mundial. Treinei muito forte para isso e estou super contente", disse o paratleta, que nadou em 32s05, após deixar a piscina.

Na mesma prova, o País teve outro representante, Clodoaldo Silva, que terminou em quinto lugar. Na entrevista pós-disputa, o brasileiro relembrou os problemas que teve no ano, como uma lesão no ombro que quase o impediu de ir a Londres. Ele ressaltou ainda o prazer de disputar a prova que mais gosta, com um tempo que não fazia desde 2007.

"Adoro prova dos 50 m livre porque eu digo que eu não tenho que pensar durante a prova. Nos 100 m e 200 m, você já tem que pensar um pouquinho. E nos 50 m livre não, é gás total. Poder estar nadando novamente uma prova muito disputada me deixa muito feliz. Até porque este tempo de 34s99 eu tinha feito pela última vez cinco anos atrás, no Parapan-Americano do Rio", afirmou.

Daniel Dias é uma das maiores estrelas da natação nos Jogos Paralímpicos de Londres
Daniel Dias é uma das maiores estrelas da natação nos Jogos Paralímpicos de Londres
Foto: Fernando Borges / Terra
Fonte: Terra
publicidade