0

Após massacre, Diego Costa mira "partida da vida" ante Chile

15 jun 2014
10h11
atualizado às 11h12
  • separator
  • 0
  • comentários

O atacante Diego Costa afirmou que a o jogo contra o o Chile na quarta-feira no Rio de Janeiro, pelo Grupo B da Copa do Mundo, será "a partida de sua vida". A Espanha foi humilhada na estreia do Mundial ao ser goleada por 5 a 1 pela Holanda e, agora, tem a obrigação de vencer os sul-americanos e a Austrália para avançar às oitavas de final.

Hispano-brasileiro busca sua primeira vitória em Copas do Mundo
Hispano-brasileiro busca sua primeira vitória em Copas do Mundo
Foto: EFE

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

"Ninguém gosta de perder e muito menos desta forma, mas nós sabemos que não podemos abaixar a cabeça porque temos chances. Temos que aprender com as derrotas e pode servir de lição para que não aconteça outra vez", disse o jogador de 25 anos. "Contra o Chile é a partida de nossa vida para continuarmos vivos na competição", completou, em uma declaração divulgada por um dos patrocinadores da Federação Espanhola.

Costa sofreu um pênalti no jogo contra a Holanda, convertido por Xabi Alonso aos 27 minutos do primeiro tempo, o que deixou a Espanha à frente no placar. Porém, a seleção de Louis Van Gaal conseguiu virar o resultado, que terminou com goleada histórica por 5 a 1.

Nascido no Sergipe, mas naturalizado espanhol, Diego Costa foi vaiado e xingado durante todo o cofnronto, mas evitou entrar em polêmicas. "Estou muito feliz por meu primeiro Mundial. A estreia não aconteceu da maneira que eu queria, mas temos que ver as coisas boas. Temos chances. O bom da vida é que sempre há uma oportunidade, nós tempos que aproveitá-la e lutar até o fim", disse.

"Quero que as pessoas saibam que vou dar tudo por esta camisa. Se estamos todos juntos unidos, podemos seguir adiante e fazer o povo feliz como da outra vez", disse, em referência ao Mundial da África do Sul, em 2010, no qual Espanha estreou com derrota por 1 a 0 para a Suíça, mas se sagrou campeã.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade