1 evento ao vivo

Espanha pode abandonar “tiki-taka” para surpreender Chile

18 jun 2014
07h49
  • separator
  • 0
  • comentários

O conhecido “tiki-taka” da Espanha não deve entrar em campo contra o Chile nesta quarta-feira, no Estádio do Maracanã. O técnico Vicente del Bosque já admitiu que seu time deve tentar algo diferente e surpreendente, para que sua equipe possa vencer e seguir tendo chances de passar às oitavas de final da Copa do Mundo. “Vamos ter que misturar coisas que possam complicar o adversário e fazer coisas que não estamos habituados a fazer”, disse.

<p>Vicente Del Bosque pode alterar o esquema tático da Espanha</p>
Vicente Del Bosque pode alterar o esquema tático da Espanha
Foto: Ricardo Moraes / Reuters

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

Um dos pontos fracos do Chile a ser explorado pelos atuais campeões pode ser a bola aérea. Zico, analisando a seleção chilena, já tinha ressaltado que os zagueiros do time sul-americano não são muito altos e como a Espanha não tem por hábito jogar com bolas altas, essa pode ser a nova opção.

Saem do meio-campo Xavi e Xabi Alonso, e entram Koke e Pedro. Fernando Torres é outro que pode tomar a vaga de David Silva ou Diego Costa. Se sair o primeiro, Torres e Costa vão jogar enfiados dentro da área esperando os cruzamentos de Pedro e Koke, com um time bem mais aberto. Se a opção for por Torres no lugar do hispano-brasileiro, o atacante do Chelsea teria que tentar ser mais efetivo.

<p>Diego Costa pode perder vaga de titular da equipe</p>
Diego Costa pode perder vaga de titular da equipe
Foto: AFP

Fato é que a Espanha não quer perder o controle do jogo, sabe dos perigos chilenos, mas sabe também que seu modelo de jogo está se esgotando. Em um momento de decisão de Copa do Mundo, que é como estão encarando a partida desta quarta-feira, será preciso ousar mais e partir para cima do adversário.

E para Andrés Iniesta, o cansaço dos jogadores espanhóis não pode servir de desculpa em uma hora dessas. “Creio que sempre temos os campeonatos locais e as competições europeias. Sei que o desgaste é maior, mas é sempre assim. Todos os jogadores tem esse desgaste, mas isso não influência. A preparação foi muito boa e um resultado define a sensação e a opinião de muita gente. Se tivéssemos ganho estaríamos falando de coisas diferentes”, afirmou.

Veja os gols em 3D da Copa Veja os gols em 3D da Copa

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade