0

Sem Diego Costa, Espanha faz "ensaio final" contra Bolívia

29 mai 2014
16h14
atualizado em 8/1/2015 às 18h03
  • separator
  • comentários

Desfalcada do atacante Diego Costa, a seleção espanhola enfrentará nesta sexta-feira a Bolívia, no último amistoso antes do anúncio da lista final com os 23 convocados para a Copa do Mundo.

Diego Costa segue sem saber se conseguirá disputar a Copa do Mundo
Diego Costa segue sem saber se conseguirá disputar a Copa do Mundo
Foto: Getty Images

O atleta do Atlético de Madrid está com uma microrruptura muscular na coxa direita e é quem mais preocupa o técnico Vicente Del Bosque, que deve esperar até a data final (dia 2 de junho) para revelar os convocados.

As últimas definições do treinador campeão do mundo deverão acontecer neste teste marcado para o Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha, apesar dos desfalques no elenco.

Os oito jogadores de Real Madrid e Atlético de Madrid, que disputaram a final da Liga dos Campeões da Europa no sábado passado, serão poupados. Gérard Piqué, Sérgio Busquets, que serão titulares, e Jordi Alba, por outro lado, geram incerteza ao departamento médico, por terem terminado a temporada com problemas físicos.

Quem volta a seleção espanhola é Fernando Torres, após 11 meses de ausência. O atacante do Chelsea parece estar mais bem cotado que os concorrentes Álvaro Negredo e Fernando Llorente pelo bom final de temporada e pelo histórico de ter sido o artilheiro da Eurocopa 2012 e da Copa das Confederações de 2013.

No entanto, Torres deverá começar no banco contra os bolivianos. Ao que tudo indica, Del Bosque iniciará o jogo com a formação tática que vem dando certo, com Cesc Fábregas atuando como "falso nove".

O amistoso desta sexta também abrirá oportunidades para alguns novatos. David De Gea fará a estreia no segundo tempo (Pepe Reina será o titular). Os outros dois que podem ter a chance de começar as trajetórias na equipe são o meio-campista Ander Iturraspe e o atacante Gérard Deulofeu, favorecidos pelas ausências de Thiago Alcântara e Jesus Navas, lesionados.

A Bolívia enfrentará pela segunda vez na história a atual campeã mundial, justamente com um espanhol no comando, o técnico Xabier Azkargota. Na única vez em que duelaram, na Copa do Mundo de 1994, a Espanha venceu por 3 a 1, com dois gols de José Luis Pérez Caminero e outro de Josep Guardiola. Erwin Sánchez descontou para os sul-americanos.

O espanhol Azkargorta foi demitido do comando da seleção em março para assumir o Bolívar, e foi fundamental para levar o time à semifinal da Copa Libertadores. Apesar do mal-estar gerado pela transferência, o treinador foi recontratado para dirigir a seleção contra Espanha e Grécia, no dia 6 de junho, em Nova York. Ainda não se sabe, no entanto, se ele será mantido no cargo.

O técnico teve pouco tempo para preparar a equipe para esses dois amistosos, por isso preferiu convocar jogadores que já conhece, entre eles o atacante Marcelo Moreno, do Cruzeiro, que deve ser titular, assim como o Juan Carlos Arce, ex-jogador do Corinthians.

EFE   
  • separator
  • comentários
publicidade