0

Diogo Silva perde decisão do bronze e fica sem medalha em Londres

9 ago 2012
18h09

LONDRES, 9 Ago (Reuters) - O lutador Diogo Silva foi derrotado pelo norte-americano Terrence Jennings na disputa pela medalha de bronze do taekwondo nos Jogos de Londres, nesta quinta-feira, e pela segunda vez na carreira perdeu na mesma fase em uma Olimpíada.

O brasileiro, que estava com um problema no pé esquerdo, saiu atrás no primeiro assalto e acabou perdendo o combate por 8 a 5.

Nos últimos segundos, com desvantagem de 5 a 2, Diogo partiu para cima do adversário e conseguiu o empate. No entanto, no último lance da luta, o norte-americano acertou a cabeça do brasileiro e ficou com o terceiro lugar.

"Tenho quase certeza que o placar tinha zerado", disse ele após o combate. Chorando, o lutador afirmou que estava com muitas dores no corpo e lamentou ter ficado mais uma vez sem medalha.

A trajetória de Diogo em Londres foi dramática. Na semifinal contra o iraniano Mohammad Bagheri Motamed, vice-campeão mundial da categoria até 68kg, foi o brasileiro quem conseguiu um golpe no final para empatar a luta.

Diogo, 4o colocado nos Jogos de Atenas-2004, levou para o "golden score" um confronto que parecia perdido ao acertar, nos últimos segundos, um chute de virada na cabeça do adversário. O golpe valeu 4 pontos, igualou o placar em 5 a 5, e os dois foram para o 4o e último round.

Como nenhum dos lutadores conseguiu pontuar, a decisão ficou para os juízes, que deram a vitória ao iraniano. Questionado se achava que venceu a luta, ele disse que não caberia o "achômetro" neste momento.

"Acho que tem que ver o vídeo, fazer uma análise criteriosa e tomar uma decisão", respondeu ele, que cogitou entrar com recurso sobre a decisão, mas isso não aconteceu.

Mesmo sem ter conseguido medalha, o brasileiro disse ter gostado de seu desempenho em Londres.

"Ele é o número dois do mundo. O Irã tem o taekwondo como primeiro esporte. Todo investimento que é feito no Neymar é feito nele. Lutei com um cara que é astro lá", afirmou ele.

Diogo era o sexto cabeça de chave da Olimpíada, após ter ficado em terceiro lugar no torneio pré-olímpico do ano passado. Em seus dois primeiros combates, ele derrotou o uzbeque Dmitriy Kim no "golden score", depois de um empate em 2 a 2, e passou pelo jordaniano Mohammad Abulibdeh por 7 a 4 nas quartas de final.

Após perder a disputa pelo bronze em Atenas-2004, Diogo protestou com uma luva preta para lembrar o gesto dos Black Panthers (Panteras Negras, movimento de militantes negros norte-americanos no final da década de 1960). Sua manifestação era para denunciar as condições ruins enfrentadas pelos atletas amadores no Brasil.

No taekwondo, que foi reconhecido como esporte olímpico nos Jogos de Sydney-2000, a lutadora Natália Falavigna conquistou a única medalha do Brasil, ao terminar com um bronze nos Jogos de Pequim-2008.

(Reportagem de Pedro Fonseca)

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

publicidade
publicidade