0

Esportes

É hoje? "Rei", Medina pode ser campeão mundial neste sábado

Kent Nishimura / AFP
13 dez 2014
02h11
atualizado em 8/1/2015 às 19h38
  • separator
  • 0
  • comentários

O pontinho amarelo na areia estava quase imperceptível, nesta sexta-feira, na praia de Pipeline. no Havaí. Depois de vencer a primeira bateria da última etapa do Mundial de Surfe, Gabriel Medina foi cercado por um mar, não de água, mas de fãs. Brasileiros de todos os cantos do país se empurravam para conseguir uma selfie com o ídolo. Alguns fizeram sacrifícios até maiores: "Gabriel, eu gastei toda a minha poupança para estar aqui!", gritou uma senhora, arrancando um sorriso do surfista.

Tanta fama assim não é nada comum para atletas que vivem do mar. Mas Gabriel Medina teve que se acostumar rapidamente. Aliás, caiu na graça do público desde que se tornou o mais forte candidato ao título mundial deste ano. A taça inédita para o Brasil, aliás, já pode ser conquistada neste sábado. Basta que Kelly Slater e Mick Fanning sejam eliminados. O americano disputará a repescagem e, se passar, surfará a terceira rodada, enquanto o australiano só entrará no mar pela terceira rodada. Você acompanha todos os detalhes, todos os dias, ao vivo, aqui no Terra.

Padrasto e treinador de Gabriel, Charles é o principal responsável pela concentração e foco do filho. Os dois têm ficado blindados em casa, sem acesso a imprensa e até aos familiares. "A gente não ganhou nada ainda, só passou uma fase que o resultado ainda não muda.  A partir de agora começa a troca, e conforme a gente vai passando, é a mesma blindagem. A gente só vai se dar por satisfeito a hora que anunciar o título", declarou o "mentor" de Medina.

De fato, o jogo ainda não está ganho, já que Mick Fanning e a lenda do surf, Kelly Slater, ainda podem alcançar o brasileiro. O australiano também venceu a bateria no primeiro round e se garantiu direto no terceiro. Já Kelly sofreu uma virada dolorida no finzinho da bateria e foi para a repescagem.

Se, assim que saiu do mar, o americano tirou, melancolicamente, a lycra do campeonato, Medina mal conseguiu ir para o vestiário, já que posava para inúmeras selfies com um sorriso de orelha a orelha. Para alguns ali, a assinatura do novato na camisa já ocupou até o lugar do careca do espaço. "Desse tamainho Medina? Você é o maior, seu autógrafo tem de ser gigante!", disse ele ao som de uma gargalhada de Gabriel.

O QUE GABRIEL MEDINA PRECISA PARA SER CAMPEÃO
  Medina Adversários
Cenário 1

- Se terminar em 25º ou 13º, ou seja, ser eliminado na segunda ou terceira fase no Havaí

- Torcer para Kelly Slater não vencer a etapa, e Mick Fanning não chegar às semifinais; caso Fanning caia nas quartas, os dois farão uma bateria homem a homem para desempatar

Cenário 2 - Se terminar em 9º, ou seja, perder na quinta fase

- Torcer para Fanning não chegar à final

Cenário 3

- Se ficar em 5º ou 3º, ou seja, cair nas quartas ou na semifinal

- Torcer para Mick Fanning não vencer a etapa
Cenário 4  - Se chegar à final, conquista o título, independentemente do resultado de Fanning

Veja fotos da sexta-feira em Pipeline (Crédito: Kent Nishimura/AFP)

Foto: Kent Nishimura / AFP

Foto: Kent Nishimura / AFP

Foto: Kent Nishimura / AFP

Foto: Kent Nishimura / AFP

Foto: Kent Nishimura / AFP

Fonte: Lancepress! Lancepress!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade