0

Em 2º dia de eliminatórias, nadadores batem 5 recordes paralímpicos

31 ago 2012
12h08
atualizado às 12h11

O segundo dia das eliminatórias da natação nos Jogos Paralímpicos de Londres, disputadas no Centro Aquático, não foi como o primeiro, quando o britânico Jonathan Fox e a neozelandesa Sophie Pascoe bateram os recordes mundiais de suas provas. No entanto, a manhã desta sexta-feira contou com nadadores inspirados para quebrar cinco recordes paralímpicos.

» Confira 100 fotos da Cerimônia de Abertura da Paralimpíada de Londres
» De bocha a goalball, conheça os esportes dos Jogos Paralímpicos

O primeiro grande resultado do dia veio com as mulheres, nos 400 m S8, para nadadores com limitações físico-motoras. Disputando a segunda bateria eliminatória, a americana Jéssica Long estabeleceu a nova marca paralímpica ao chegar em primeiro, com 4min44s52.

Na sequência, o brasileiro André Brasil bateu o recorde paralímpico dos 50 m S10, para nadadores com limitações físico-motoras, e avançou à disputa por medalhas com o melhor tempo. Agora, a expectativa é para a final, já que o atleta do Brasil diminuiu o ritmo de braçadas nos metros finais.

Pela mesma prova, na categoria feminina, a australiana Sophie Pascoe venceu a segunda bateria com 28s41 e registrou a nova marca paralímpica dos 50 m. O que ela não esperava era que a canadense Summer Ashley Mortimer, vencedora da terceira bateria, fosse superar a marca, minutos depois, com 28s21.

Por fim, nos 100 m livre S11, para nadadores com deficiência visual, prova em que o brasileiro Matheus Souza terminou na 9ª colocação e não avançou à final, o americano registrou a melhor marca da Paralimpíada ao bater em primeiro, com 57s18.

As finais desta sexta-feira serão disputadas a partir das 13h30 (de Brasília).

André Brasil bateu o segundo recorde paralímpico do dia, nos 50 m S10
André Brasil bateu o segundo recorde paralímpico do dia, nos 50 m S10
Foto: Buda Mendes/CPB / Divulgação
Fonte: Terra
publicidade