1 evento ao vivo

Em um novo clube, goleira Chana espera retornar à Seleção

6 ago 2013
19h52

Contratada pelo Viborg HK, da liga dinamarquesa, para a próxima temporada do handebol europeu, Chana Masson não escondeu o seu principal objetivo no novo clube. Melhor goleira do último Mundial, a jogadora não vem sido mais convocada para defender a Seleção Brasileira, mas pretende não demorar muito a mudar esta situação.

Depois de participar da boa campanha verde e amarela nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, a goleira espera ganhar a sonhada medalha em casa, na edição do Rio de Janeiro, em 2016. "Sempre estarei disposta a isso, a única coisa que vou fazer é treinar forte e lutar pelo meu clube, dando meu melhor", projetou a Chana.

Com 35 anos de idade, a goleira vem perdendo espaço nas convocações do treinador Morten Soubak, que faz uma renovação no grupo brasileiro neste início de ciclo olímpico. Diante desta situação, Chana prefere elogiar suas substitutas. "Essa é uma decisão do técnico, e eu sei que as meninas (Mayssa, Barbara, Jessica) são ótimas goleiras, e eu respeito a escolha dele", destacou a goleira.

O afastamento da equipe verde e amarela fez com que aumentassem as especulações sobre uma possível aposentadoria da atleta, mas Chana aproveitou para negar esta hipótese, ressaltando a importância da Seleção em sua carreira. "A verdade é que eu ainda não anunciei esse fato. A seleção sempre foi algo que me encheu de orgulho e satisfação, sempre lutei muito pra defender o handebol brasileiro", concluiu a goleira.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade