0

Envolvidos com apostas ilegais são suspensos no handebol francês

5 fev 2013
22h07
atualizado às 22h23
  • separator
  • 0
  • comentários

A Liga Nacional Francesa de Handebol (LNH) puniu com seis partidas os irmãos Luka e Nikola Karabatic e outros cinco jogadores envolvidos no escândalo de apostas esportivas e manipulações de partidas, em que a justiça do país acusou 13 pessoas.

A comissão de disciplina encarregada pelo caso, segundo um comunicado divulgado nesta terça pela LNH, considerou que existem elementos "objetivos, precisos e concordantes" para reconhecê-los "culpados de ter participado diretamente ou por outra pessoa" das apostas com os resultados dos jogos. 

O escândalo teria ocorrido em março e tem vários atletas que na época defendiam o campeão Montpellier como suspeitos, além de suas esposas, namoradas e membros da comissão técnica. Todos eles teriam apostado grandes quantias de dinheiro em um duelo das rodadas finais da temporada passada contra o Cesson-Sévigné, o que teria lhes dado um lucro de 200 mil euros.

A punição, adotada em conjunto com a Federação Francesa de Handebol (FFHB), parte de "um comportamento que não se ajusta aos princípios e às regras aplicáveis à prática do handebol, e que em consequência atenta contra os valores da Liga", informou a entidade.

Os acusados são os irmãos Karabatic, atuais jogadores do Aix-em-Provence; Samuel Honrubia e Mladen Bojinovic, do Paris Saint-Germain; dispensado pelo Montpellier, e Issam Tej e Dragan Gajic, que ainda defende a equipe.

A investigação interna feita pela LNH escutou todos os atletas dentro dos direitos do atleta, e os jogadores tem cinco dias para recorrer da decisão tomada.  

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade