1 evento ao vivo

Auxiliar da Espanha defende Casillas e revela divergências com Xavi

22 jun 2013
15h41
atualizado às 16h12
  • separator
  • 0
  • comentários

Nem tudo são flores no elenco da seleção espanhola, atual campeã mundial e bi europeia. Em entrevista ao jornal Diário de La Roja, o auxiliar técnico da equipe, Toni Grande, apesar de ter elogiado o goleiro Casillas, revelou algumas divergências com o meia Xavi quanto à escalação da equipe.

<p>Xavi pediu para jogar de forma diferente na sele&ccedil;&atilde;o, segundo auxiliar</p>
Xavi pediu para jogar de forma diferente na seleção, segundo auxiliar
Foto: Marcelo Pereira / Terra

Confira todos os vídeos da Copa das Confederações

"É verdade que tivemos algumas divergências com Xavi. Ele nos disse que lhe interessava jogar ao lado de um jogador em vez de outro, um pouco mais à frente ou mais recuado. Não foram imposições, mas conversas para buscar um benefício. Ele acreditava que esse benefício era melhor, mas não era a nossa ideia", afirmou o "braço direito" do treinador Vicente Del Bosque.

Toni Grande, no entanto, não perdeu a oportunidade de exaltar as qualidades do meia. Aos 33 anos, ele é um dos jogadores mais experientes da seleção espanhola e já foi eleito o terceiro melhor jogador do mundo pela Fifa em três oportunidades.

"Como jogador, ele está sempre preocupado com estas coisas. Ele é o primeiro que procura saber como está o gramado, a altura da grama. E se preocupa muito com o esquema tático. Tentou nos fazer ver um pouco algumas coisas, e nós também o fizemos ver outras, nossa forma de entender o jogo. As coisas nunca pioraram", completou.

Além de Xavi, outra referência do atual elenco espanhol é o goleiro Iker Casillas. Capitão do time nas recentes conquistas, o atleta ficou parado por cerca de cinco meses se recuperando de uma fratura na mão esquerda. Apesar disso, foi convocado por Del Bosque para a Copa das Confederações e escalado como titular na estreia da equipe contra o Uruguai, no último domingo, em Recife.

"Iker conseguiu tudo no mundo do futebol. Houve gente que não o respeitou. Ele vai continuar no gol com a mesma confiança que sempre teve, apesar do período parado. O que viveu o fez ser mais forte", encerrou Grande.

&amp;lt;a data-cke-saved-href="http://esportes.terra.com.br/infograficos/copa-das-confederacoes-protestos/iframe.htm" href="http://esportes.terra.com.br/infograficos/copa-das-confederacoes-protestos/iframe.htm"&amp;gt;veja o infogr&aacute;fico&amp;lt;/a&amp;gt;
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade