1 evento ao vivo

"Tiki-taka" vira obsessão para Espanha de Xavi em final contra o Brasil

30 jun 2013
07h01
atualizado às 09h06
  • separator
  • 0
  • comentários

Mais do que atacar ou defender, reter a bola significa, para os espanhóis, ter o controle do jogo, exatamente o que faltou diante da Itália nas semifinais. Por isso, admite Xavi Hernández, ampliar esse percentual diante do Brasil, na final da Copa das Confederações deste domingo, é uma estratégia. O que eles acostumaram a comparar a um relógio, o “tiki-taka”.

<p>Xavi assumiu discurso de uma seleção espanhola em busca de mais posse de bola</p>
Xavi assumiu discurso de uma seleção espanhola em busca de mais posse de bola
Foto: Daniel Ramalho / Terra

Confira todos os vídeos da Copa das Confederações

“Nós temos uma filosofia clara há muitos anos, que nos deu êxitos, que é dominar a partida com a bola. Ser protagonista muitas vezes. Tivemos bons resultados e queremos mais um com essa filosofia”, declarou Xavi, no sábado, véspera da decisão deste domingo, contra a Seleção Brasileira, no Maracanã.

Xavi é disparado, em média, o jogador com maior número de passes na competição: 101 por partida, com média de acerto de 98,3%. Por isso, fala com propriedade sobre como impedir o cenário do último jogo. “A Itália nos tirou a bola, abriu a defesa com cinco jogadores atrás e não estamos acostumados a jogar assim. Sofremos um pouco. Agora tentaremos reter mais a bola”.

Brasil x Espanha: a final dos sonhos

A exemplo do que fez nos jogos mais importantes da última Eurocopa, e também nas Eliminatórias Europeias, Vicente Del Bosque deve decidir sua equipe titular justamente para tentar ter o controle que não teve diante da Itália. Isso deve representar a saída de Fernando Torres para a entrada de Cesc Fàbregas. E ainda, possivelmente, Javi Martínez para o lugar de David Silva.

De acordo com o Footstats, a Espanha é a equipe com mais tempo de posse de bola na Copa das Confederações, seguida pelo Brasil. Mas com uma vantagem muito significativa: 23min34s por jogo para os espanhóis contra 15min48s para os brasileiros. Os quatro principais passadores da competição também são da Espanha: Xavi, Busquets, Alba e Iniesta.

&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://esportes.terra.com.br/infograficos/fanny-shakira/iframe.htm&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot; href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://esportes.terra.com.br/infograficos/fanny-shakira/iframe.htm&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;veja o infogr&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;aacute;fico&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade