0

Brunoro confirma fim de times olímpicos profissionais no Palmeiras

19 jul 2013
18h40
atualizado às 20h06
  • separator
  • comentários

O Palmeiras anunciou oficialmente nesta sexta-feira a implementação de uma nova política para os esportes olímpicos. Com exceção do basquete, bancado por um patrocinador próprio, as demais modalidades serão voltadas exclusivamente para as categorias de base, escolinhas e formação de atletas.

<p>Segundo Brunoro, escolas de base e prática de sócios serão mantidos</p>
Segundo Brunoro, escolas de base e prática de sócios serão mantidos
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

O time profissional de futsal, que disputou a última edição da Liga Paulista, será extinto, algo que quase aconteceu com o basquete. Ao anunciar a nova política, que atenderá, principalmente, aos sócios do clube, José Carlos Brunoro, diretor executivo do Palmeiras, procurou passar uma mensagem de continuidade.

"Desde o começo do ano, havíamos adotado a postura de alinhar o projeto do clube social, priorizando o aproveitamento dos sócios na prática do esporte. O Palmeiras não vai encerrar nenhuma modalidade. Vai manter todas que tem hoje, mas como esporte social e voltado à formação. Acabar não existe, passa a ter outro tipo de objetivo", teorizou.

A nova política será implementada nos departamentos de atletismo, arco e flecha, futebol de mesa, futsal, ginástica, karatê, hóquei, judô, levantamento de peso, tênis de mesa, vôlei, boxe, taekwondo e aikidô. O clube promete manter os compromissos assumidos em 2013 e não descarta retomar times profissionais no futuro.

"As modalidades que, no futuro, pudermos ter patrocínio, poderão ter algum nível de participação competitiva em campeonatos adultos. Mas precisam alinhar-se aos nossos objetivos: serem competitivas, com um modelo que represente bem o clube e siga nossos padrões, como o de aproveitamento da base", disse Brunoro.

O diretor estipula o início de 2014 para que o novo projeto de escolinhas e formação na base do Palmeiras esteja estruturado e em funcionamento. De acordo com o clube, as categorias de base serão mantidas até a idade juvenil (cerca de 17 anos, dependendo da modalidade).

"Esse projeto já fazia parte do planejamento para o segundo semestre. Esperamos modalidades de formação estruturadas e implementadas no clube a partir de janeiro de 2014. Será outra dinâmica, com famílias participando do clube diariamente. Queremos que isso se torne uma melhoria ao clube", afirmou o diretor executivo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade