PUBLICIDADE

Campeã, nadadora conta "segredo do miojo" em competição na China

16 out 2012 12h59
| atualizado às 14h10
Publicidade
Klaus Richmond
Direto de Santos

Ana Marcela Cunha confessou ter passado por dificuldades para conquistar o bicampeonato da Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas, que teve as últimas duas etapas disputadas na China, em Hong Kong e Shantou, nos últimos dias 7 e 13, respectivamente. A nadadora relata ter abusado de miojo (macarrão instantâneo) para fugir das iguarias chinesas e ainda surpreendeu no retorno com o novo corte de cabelo apresentado.

"Minha mala foi com 28 kg e voltou com 19 kg. Levei miojo, bisnaguinha, biscoitos. Lá nunca sabemos o que pode vir, mas passei fome ainda. Da primeira vez que fui não consegui comer direito, agora me preveni", contou.

A atleta foi homenageada nas imediações da Universidade Santa Cecília (Unisanta), em Santos, na manhã desta terça, passando por algumas ruas da cidade em cima de carro de som, sendo recepcionada por atletas e fãs.

A surpresa foi o novo corte de cabelo, com uma das laterais raspadas e descoloridas. Ana Marcela, 20 anos, garante ter tido o aval da mãe. "Todo ano ano faço uma loucura, minha mãe me apoia. Esse ano vi que a moda era raspar um lado, mas podendo colocar o cabelo por cima. Radicalizei um pouco, resolvi raspar. Já descolori, pintei de verde, rosa, faz parte do meu estilo", afirmou a atleta, que rechaçou superstições. "Sorte todos têm, isso é bom, mas superstição, não. Acredito nos meus treinos", assegurou.

Esse foi o segundo título do circuito que tem oito etapas no ano. Ana Marcela é pentacampeã brasileira e já foi eleita pela Fina (Federação Internacional de Natação) como a melhor do mundo em 2010.

Nadadora disse que, com o aval da mãe, radicalizou no corte de cabelo
Nadadora disse que, com o aval da mãe, radicalizou no corte de cabelo
Foto: Klaus Richmond / K.R.C. DE MELO & CIA. LTDA - ME
Fonte: K.R.C. DE MELO & CIA. LTDA - ME
Publicidade