0

Cielo é ouro e conquista tricampeonato mundial inédito nos 50m livre

3 ago 2013
13h23
atualizado às 19h47

Cesar Cielo está de volta ao topo dos 50m livre. Sem dar chances aos adversários, o brasileiro deu show no Palau Sant Jordi de Barcelona e garantiu o ouro pela terceira vez consecutiva na prova com o tempo de 21s32. Antes, o atleta de 26 anos já havia subido ao lugar mais alto do pódio em Roma-2009 e Xangai-2011.

A medalha de prata ficou com o russo Vladimir Morozov, que completou em 21s45 e foi o único a ameaçar a liderança de Cielo durante os primeiros 30m. George Richard Bovell, de Trinidad e Tobago, completa o pódio.

"Não vou mentir. Desta vez eu achei que não iria ganhar. Depois da prova, eu olhei para o lado porque sabia que os dois estavam bem e vi que tinha vencido. Graças a Deus esta foi a melhor da série inteira. Consegui focar apenas em tocar na parede e não me preocupar com meus adversário, o que atrapalha muito", relatou Cielo ao canal Sportv.Algoz de Cielo nos Jogos Olímpicos de Londres-2012 e favorito ao título em Barcelona, Florent Manaudou anotou 21s63 e terminou apenas na quinta colocação. O brasileiro chegou como favorito ao ouro na capital inglesa, mas acabou superado pelo francês e o norte-americano Cullen Jones e ficou apenas com o bronze.

"Redenção é uma coisa que traz um sentimento inexplicável. Mas hoje não foi redenção, já que este é o sexto ano que subo em um pódio mundial, o terceiro que saio com duas medalhas de ouro. Não tem muito o que falar, só agradecer a todos que me apoiaram e que torceram por mim. Podem ter certeza que vou sempre entrar na água e dar 120% de mim e vou buscar esse ouro em 2016", conclui. Ao todo, o brasileiro acumula seis medalhas de ouro em Mundiais, duas na edição de Barcelona - ele também conquistou os 50m borboleta.

Além de Cielo, apenas quatro nadadores conseguiram três títulos mundiais de forma consecutiva: os australianos Ian Thorpe (400m livre) e os norte-americanos Michael Phelps (100m e 200m borboleta, 200m meley) e Aaron Peirsol (100m e 200m costas). Já o australiano Grant Hackett foi o único a obter quatro títulos, nos 1.500m livre.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade