0

Cielo: "não bebia nada nos EUA por medo de ser deportado"

18 nov 2010
17h13
atualizado às 17h50

Campeão olímpico e mundial. Recordista. Consagrado. César Cielo nunca escondeu que abdicou da diversão e de muitos outros fatores, como morar longe da família, nos Estados Unidos, para conseguir alcançar o atual status. Em Auburn, no Alabama, o brasileiro evitou a "curtição" da idade com o receio de, além de ver seu desempenho cair, perder a oportunidade de ficar no país.

"Não bebia nada nos Estados Unidos, pois tinha medo de ser preso e ser deportado", afirmou o nadador, em entrevista à apresentadora Marília Gabriela, do SBT, antes de reiterar o vício pelo esporte. "Nado todo dia. Nunca aceitei a derrota. Tenho o prazer de me testar o tempo todo", completou o atual recordista mundial dos 50 m e 100 m livre.

Nadador contou algumas "privações" que teve nos Estados Unidos
Nadador contou algumas "privações" que teve nos Estados Unidos
Foto: Roberto Nemanis/SBT / Divulgação
Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade