Esportes Aquáticos

publicidade
06 de agosto de 2013 • 13h11 • atualizado às 13h30

Cielo vê redenção após Londres e quer descanso por motivação em 2016

 

A decepção nos Jogos Olímpicos de Londres-2012 foi o ponto de partida para o sucesso de César Cielo no Mundial de Barcelona-2013. Os dois títulos conquistados na Espanha serviram como redenção para o nadador, que agora planeja descansar por duas ou três semanas para manter a motivação em alta até 2016.

"Com certeza, foi diferente de todas as conquistas que tive. Cada uma tem um sentimento especial, mas essa foi talvez a mais especial da minha carreira por conta de todo o processo, de Londres, de tudo que precisei superar. Foi muito emocionante e estou bem contente. É um dos melhores anos da minha vida", afirmou Cielo.

O brasileiro foi aplaudido ao desembarcar no Aeroporto de Guarulhos na manhã desta terça-feira. Em Barcelona, além de alcançar o inédito tricampeonato mundial nos 50m livre, o nadador conquistou o bi nos 50m borboleta, feitos que proporcionaram uma espécie de alívio pós-Olimpíada.

"Essa prova foi como se eu dissesse para mim mesmo que poderia ter sido assim em Londres", disse Cielo, bronze nos 50m livre na Inglaterra. "Pior do que nadar mal é nadar mal sabendo que poderia ter sido melhor", completou o brasileiro, que ainda ficou fora do pódio nos 100m livre em 2012.

Cielo viveu um período conturbado após a decepção nos Jogos Olímpicos de Londres, uma vez que passou por cirurgia nos dois joelhos e deixou o Flamengo. Já no começo de 2013, ele trocou o técnico Albertinho Silva pelo norte-americano Scott Goodrich e viu a dissolução do PRO 2016.Apesar do final de seu projeto, Cielo mantém os Jogos do Rio de Janeiro como prioridade. Neste contexto, controlar a própria motivação durante o próximo ciclo olímpico é fundamental, contou o nadador, mesmo em meio aos grandes resultados do Mundial.

"Agora, é hora de sentir falta do treino para voltar com vontade. O ciclo olímpico acabou de começar. Então, tenho que ir com calma para não chegar ao final exausto da rotina de atleta. É importante manter a motivação em alta e os pequenos breaks são fundamentais", disse.

Satisfeito com seu desempenho em Barcelona, Cielo planeja passar até três semanas afastado das piscinas. A ideia é prosseguir apenas com o trabalho de musculação e manter uma dieta balanceada. "Não vou acordar para pular na água fria tão cedo", avisou o nadador, sorrindo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva