0

Com um ouro e um bronze, Pereira bate Borges e se aproxima de cubano

15 jul 2015
23h35
atualizado em 16/7/2015 às 00h32
  • separator
  • comentários

Thiago Pereira terminou a noite de quarta-feira em Toronto com 21 medalhas pan-americanas na carreira. Depois de ganhar o bronze nos 200m peito, ele integrou a equipe nacional que venceu o revezamento 4x200m livre. Assim, superou o recorde nacional de pódios de Gustavo Borges e se aproximou da marca do cubano Eric Lopez.

Nos 200m peito, o ouro ficou com Thiago Simon, mais um brasileiro, que estabeleceu o novo recorde pan-americano da prova com a marca de 2min09s82. O canadense Richard Funk conquistou a medalha de prata (2min11s51), seguido por Thiago Pereira (2min11s93).

Pereira já detinha o título de maior campeão do Brasil na história dos Jogos Pan-Americanos. Com o bronze nos 200m peito, sua 20ª medalha na competição, também assumiu a liderança em número de pódios, superando os 19 de Gustavo Borges, mais um nadador.

No revezamento 4x200m livre, o quarteto brasileiro, formado por Luiz Altamir, João de Lucca, Thiago Pereira e Nicolas Oliveira, ganhou o ouro com o tempo de 7min11s15, recorde pan-americano. A prata ficou com o Canadá (7min17s33) e o bronze, nas mãos da Venezuela (7min21s14). Os Estados Unidos terminaram no segundo lugar, mas foram desclassificados.

Dono de 14 ouros, três pratas e quatro bronzes pan-americanos, conquistados nas edições de Santo Domingo 2003, Rio de Janeiro 2007, Guadalajara 2011 e Toronto 2015, Pereira passa a mirar o cubano Eric Lopez, ganhador de 22 medalhas na ginástica, 18 de ouro.O Brasil também brilhou nos 200m livre masculino nesta quarta-feira. Com o tempo de 1min46s42, recorde pan-americano, João de Lucca conquistou o ouro. O argentino Federico Grabich (1min47s62) e o norte-americano Michael Weiss (1min4s.63) completaram o pódio, enquanto Nicolas Oliveira (1min47s81) terminou em quinto.

A primeira medalha da natação brasileira na noite saiu na prova de 200m livre feminino. Superada pela norte-americana Allison Schmitt (1min56s23) e pela canadense Emily Overholt (1min57s55), Manuella Lyrio (1min58s03) conquistou o bronze com recorde sul-americano. Já Larissa Martins (2min00s32) terminou no quinto lugar.

O Brasil também esteve representando no pódio dos 200m costas. Com a marca de 1min58s27, Leonardo de Deus conquistou a medalha de bronze. Os norte-americanos Sean Lehane (1min57s47) e Carter Griffin (1min58s18) ficaram com ouro e prata, respectivamente.

Na final dos 200m peito, Pamela Souza fez 2min32s41 e acabou na última colocação. Nos 200m costas, a experiente Joanna Maranhão terminou no quinto posto com 2min12s05, novo recorde sul-americano.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade