0

No auge da forma, Cielo se desculpa e lembra lado torcedor

4 ago 2012
10h05
atualizado às 11h29
Edison Filho
Emanuel Colombari
Direto de Londres

A torcida do Brasil esperava por um ouro de César Cielo na final dos 50 m livre da Olimpíada de 2012, mas o nadador brasileiro ficou com o bronze, atrás de Florent Manadou (França, ouro) e Cullen Jones (Estados Unidos, prata). Apesar não ter conseguido repetir a conquista de Pequim 2008, Cielo assegurou ter chegado a Londres em sua melhor forma física, e viu a derrota para o francês como natural do esporte.

» Escolha o esporte e assista aos vídeos da Olimpíada de Londres
» Saiba tudo sobre os medalhistas do Brasil em Londres
» Veja como foram as conquistas dos brasileiros
» Veja mapa e conheça tudo sobre o Parque Olímpico de Londres
» Confira a programação de ao vivo do Terra
» Veja a agenda e resultados dos Jogos de Londres

"Em relação a estar chegando aqui bem ou não, acho que todas as competições que eu me propuser a nadar, eu vou chegar o melhor que eu posso chegar. Acho que eu cheguei na melhor forma da minha vida. No ano passado, cheguei na melhor forma da minha vida. Vou sempre me dedicar para chegar da melhor forma que eu posso", disse Cielo, que conquistou o ouro nos 50 m livre e nos 50 m borboleta no Mundial de Xangai, em 2011.

Apesar de não esconder o abatimento pelo resultado, Cielo descartou a decepção pela medalha de bronze na Olimpíada. Blindado para os Jogos Olímpicos, o nadador paulista do Flamengo descartou a pressão como fator decisivo para sua final e assegurou não ter sido afetado pelas expectativas criadas em torno de seu desempenho.

"Eu não entro na internet. É uma das poucas regras que eu tenho em competição, para não ter nenhuma mudança de humor. Não acompanhei nada que foi dito durante a Olimpíada, nem de mim e nem dos meus colegas. Mas sei como funciona, já fui espectador no Brasil, já vi Copa do Mundo", comparou Cielo, indo além e defendendo o pódio conquistado na capital inglesa.

"A gente não pode achar que toda hora vai ganhar. Tem que estar esperançoso sempre. Deu certo para mim durante quatro anos. Tenho medalhas que poucos atletas no mundo têm. Não posso dizer que estou decepcionado, foi mais um ano que eu conquistei uma medalha. Eu posso chegar aqui e dizer que tenho três. Seria um desrespeito para o esporte dizer que é um completo desapontamento. Eu mesmo já chorei por uma medalha de bronze. Vamos ver o lado positivo das coisas, colocar mais uma medalha no meu quadro de medalhas", disse.

Emocionado na saída da piscina na véspera, Cielo foi bem recebido pelos torcedores brasileiros presentes no Centro Aquático de Londres. Confortados pelos fãs, ele espera uma recepção positiva ao retornar ao Brasil.

"Foi um dos momentos mais felizes da minha carreira dar a volta na piscina e vendo os brasileiros torcendo bastante. Foi um momento que eu vou guardar. É uma medalha olímpica. Eu estava um pouco triste, e aquilo foi uma levantada. Ficou a mensagem, eu dei tudo que eu podia. Não saiu a medalha de ouro. Peço desculpas de novo, não foi o suficiente, mas era o que eu tinha", afirmou o nadador.

Olimpíada ao vivo no Terra
O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmite ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta comtextos,vídeos,fotos, e participação do internautae repercussão no Facebook.Siga também a cobertura no Twitter e participe com a hashtag: #TerraLondres2012

Após ficar com bronze nos 50 m livre, Cielo não escondeu a emoção e a tristeza por não ter vencido prova
Após ficar com bronze nos 50 m livre, Cielo não escondeu a emoção e a tristeza por não ter vencido prova
Foto: Edson Lopes Jr. / Terra
Fonte: Terra
publicidade