0

Thiago Pereira cutuca natação feminina do Brasil: "falta comprometimento"

6 ago 2012
12h36
atualizado às 14h17
  • separator
Ricardo Santos
Direto de São Paulo

A natação feminina do Brasil não teve grandes resultados nos Jogos Olímpicos de Londres. Sem conquistar medalhas, as meninas fracassaram nos objetivos e algumas das principais esperanças brasileiras, como a nadadora Joanna Maranhão, ficaram longe de disputar finais.

» Escolha o esporte e assista aos vídeos da Olimpíada de Londres
» Saiba tudo sobre os medalhistas do Brasil em Londres
» Veja como foram as conquistas dos brasileiros
» Veja mapa e conheça tudo sobre o Parque Olímpico de Londres
» Confira a programação de ao vivo do Terra
» Veja a agenda e resultados dos Jogos de Londres

Nadador brasileiro com o melhor resultado em Londres - conquistou a prata nos 400 m medley - Thiago Pereira afirmou que falta comprometimento para que os resultados sejam melhores. "Tem muito o que melhorar a natação feminina no Brasil. Acho até que deu uma caída, se for comparar com 2004, quando eu estava presente. As meninas conseguiram a final da Joanna (Maranhão), em que ela foi quinta colocada, a Flávia (Delaroli) foi final também. E, não sei, acho que falta um pouco mais de comprometimento também, acreditar mais, né, abrir mão de muita coisa".

Thiago ainda comparou com a natação feminina dos Estados Unidos e afirmou que, às vezes, a vaidade tem de ser deixada de lado. "É até engraçado falar, lá nos Estados Unidos tem mulher que fica às vezes igual a gente. A menina não raspa nada e só vai raspar na hora da competição. Porque aquilo ali é muito importante para ela e é maior do que qualquer vaidade", disse.

A natação feminina do Brasil foi representada por Graciele Herrmann, Fabíola Molina, Daynara Paula e Joanna Maranhão em Londres, sendo que o melhor resultado foi de Joanna, que chegou às semifinais nos 200 m borboleta. Joanna, porém, não participou da prova dos 400 m medley por ter desmaiado e cortado o supercílio às vésperas da prova.

Entre as outras participantes, Daynara de Paula ficou de fora da final dos 100 m borboleta. Fabíola Molina não se classificou para a final dos 100 m costas, terminando sua eliminatória em penúltimo, enquanto Graciele Herrmann nadou abaixo do esperado e parou nas eliminatórias dos 50 m livre.

De acordo com Thiago Pereira, Ricardo de Moura, supervisor técnico de natação da CBDA, afirmou que já possui um novo planejamento programado para melhorar a situação. "O Ricardo (da equipe técnica) falou que já estava programando pensar um planejamento melhor para esses próximos quatro anos no Brasil. Tomara que elas deem a volta por cima e que a gente consiga crescer também na natação feminina", concluiu.

Olimpíada ao vivo no Terra
O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmite ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta com textos,vídeos,fotos, e participação do internautae repercussão no Facebook.Siga também a cobertura no Twitter e participe com a hashtag: #TerraLondres2012

Thiago Pereira exibe medalha de prata conquistada nos 400 m medley
Thiago Pereira exibe medalha de prata conquistada nos 400 m medley
Foto: Adriano Lima / Terra

Veja também:

As campanhas mais polêmicas do futebol brasileiro
Fonte: Terra
publicidade