0

Ex-musa das piscinas, Mariana Brochado ataca nos comentários

25 jul 2009
15h23
atualizado às 15h32

Uma vida inteira dedicada à natação. Assim foi para Mariana Brochado, uma das mais promissoras e midiáticas nadadoras do Brasil na década, mas que se cansou da dura rotina de um esportista de alto rendimento. Aos 24 anos, em 2008, ela pendurou o maiô para se dedicar ao curso de Direito - mas não conseguiu se afastar da modalidade que a marcou por tanto tempo.

» Cielo quer mais ouros e crê em "melhor geração da história"
» Saiba os brasileiros cotados por medalhas em Roma
» Brasileiros criticam "doping" dos maiôs e pedem igualdade

Considerada uma das mais belas figuras da natação brasileira, Mariana Brochado é comentarista do canal Sportv e estará em ação, mais uma vez, no 13º Mundial de Esportes Aquáticos, disputado em Roma. Em entrevista ao Terra, ela admite uma "queda" pelo jornalismo, o que pode fazer com que a ideia pela dedicação ao Direito fique em segundo plano.

Para ela, uma das maiores dificuldades é se expressar publicamente sem poder utilizar termos convencionais dos nadadores, o que foi comum durante tanto tempo. Mariana também comenta sobre a saudade da rotina de nadadora, mas diz por enquanto não estar arrependida da aposentadoria precoce.

Confira a entrevista na íntegra:

Terra - Como tem sido sua vida desde que abandonou as piscinas?
Mariana Brochado - Muito bem. Faço faculdade de direito e me formo em um ano, mas ainda não sei se vou seguir essa área. Terminando o curso, posso também fazer jornalismo, não sei se vou seguir em advogacia. Penso em aproveitar essa oportunidade que estão me dando, de trabalhar como comentarista. É uma experiência bem legal para mim.

Terra - Então você está meio dividida entre o direito e o jornalismo, é isso?
Mariana - É verdade, estou um pouco mesmo. São duas áreas que gosto. É que sempre estive ligada ao jornalismo, de certa forma, porque dava entrevistas quando era atleta. Sempre estive próxima dessa área e me identifico com ela.

Terra - Quais as maiores dificuldades em comentar?
Mariana - Eu comentei nos Jogos Pan-Americanos também. Bom, tento me expressar da melhor forma possível, me informar sobre quem são os nadadores, sobre as competições, e tem que ter tudo na memória. Agora, difícil é falar sem o vocabulário da natação e passar as coisas da melhor forma possível.

Terra - Em algum momento se arrependeu de ter largado as piscinas tão cedo?
Mariana - Não me arrependi, mas acho que vou me arrepender mais pra frente. O atleta tem que saber a hora de parar e partir para uma nova carreira e isso é um grande ponto de interrogação na cabeça. Refleti bastante pra saber se era isso que eu queria.

Terra - E você sente falta dessa rotina?
Mariana - Claro que sinto falta disso tudo, dos treinos, da adrenalina de competir. Mas também é muito bom ficar do outro lado.

A natação é muito precoce e você vê vários atletas parando cedo. Tudo tem seu momento e tem que saber a hora de parar. Nadei 20 anos, sendo quase dez como profissional. Mas tudo valeu a pena e faria de novo. Representar seu clube e seu país é muito bom, muito gratificante.

Terra - Como foi amadurecendo a ideia de parar?
Mariana - Desde 2006 eu planejava terminar um ciclo olímpico, participar de um Pan e outra Olimpíada, e infelizmente não consegui. Eu já vinha mesmo amadurecendo essa ideia para não ser um baque muito grande, porque eu nadava desde os quatro anos de idade.

Terra - E qual avaliação você faz da sua carreira?
Mariana - Fui muito além do que eu esperava na natação. Tive muitas felicidades, só recordações boas, e estou começando uma nova etapa da minha vida. Ainda estou ligada ao esporte e tentando contribuir.

Terra - O que está esperando do Cielo?
Mariana - O Cesão está muito bem, tem grandes chances, sim.

Terra - O que acha do Felipe França?
Mariana - O A prova de 50 metros é loteria. Tem que ter boa saída e encaixar a chegada, então é definida nos detalhes. Tanto pode ganhar como pode ficar em oitavo. O importante é ele chegar na final. É um atleta novo, vai chegar com esse título nas costas.

Mariana Brochado largou as piscinas para mudar de área
Mariana Brochado largou as piscinas para mudar de área
Foto: Getty Images
Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade