0

Federer cai e tem pior campanha em Wimbledon em dez anos

26 jun 2013
17h23
atualizado às 17h33

Maior campeão do torneio de Wimbledon, com sete títulos, o suíço Roger Federer foi mais uma vítima da zebra que rondou o All England Club nesta quarta-feira. Diante do ucraniano Sergiy Stakhovsky, o maior vencedor de Grand Slams conheceu a sua pior derrota em dez anos ao sofrer a virada por 3 a 1, em parciais de 6/7 (5-7), 7/6 (7-5), 7/5 e 7/6 (7-5), após 3h04 de partida.

Na próxima rodada, Stakhovsky terá pela frente o austríaco Jurgen Melzer, que nesta quarta superou o alemão Julian Reister também de virada, em parciais de 3/6, 7/6 (7-2), 7/6 (7-5) e 6/2. Esta é a primeira oportunidade em que o número 116 do mundo alcança a terceira rodada em Wimbledon.A última vez que Federer havia caído de maneira tão precoce em um Grand Slam foi na edição de 2003 de Roland Garros, quando foi surpreendido pelo peruano Luis Horna. Em Londres, sua pior derrota aconteceu em 2002, quando caiu na estreia diante do croata Mario Ancic.

Desde então, o suíço chegou a oito finais e conquistou sete títulos na grama do All England Club - o mais marcante deles no ano passado, quando igualou-se a Pete Sampras como o maior campeão de Wimbledon e tornou-se o maior vencedor de torneios Grand Slam, com 17 títulos, superando o próprio norte-americano.

A queda precoce na competição custará duas posições a Federer duas posições no ranking mundial da ATP. Como defendia 2 mil pontos do título de 2012, o suíço será ultrapassado pelos espanhóis David Ferrer e Rafael Nadal e passará a ocupar a quinta colocação - sua pior posição desde 23 de junho de 2003, ranking anterior justamente ao seu primeiro título em Wimbledon.

Como não defenderá os 435 pontos dos Jogos Olímpicos de Londres-2012, ele pode ainda ser superado em breve pelo tcheco Tomas Berdych caso esse avance à semifinal no All England Club.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade