0

Em nota, CBF dá título brasileiro de 1987 a Flamengo e Sport

21 fev 2011
12h15
atualizado às 14h16

Em comunicado oficial divulgado no início da tarde desta segunda-feira, a Confederação Brasileira de Futebol anunciou o reconhecimento do título brasileiro de 1987 conquistado pelo Flamengo. Conforme esperado, o clube da Gávea - então vencedor da Copa União - dividirá o título nacional do ano em questão com o Sport, campeão do chamado módulo amarelo do Campeonato Brasileiro.

Com o anúncio, a CBF tenta dar fim a uma polêmica de mais de duas décadas. Recentemente, após eleição do Clube dos 13, a entidade anunciou o São Paulo como primeiro hexacampeão brasileiro, dando ao clube do Morumbi a chamada Taça das Bolinhas - desta forma, invalidava a conquista flamenguista em 1987, atestando o título do Sport no campeonato em questão.

Patrícia Amorim, que causou um racha nos bastidores ao apoiar Fábio Koff na eleição do Clube dos 13 (em detrimento de Kleber Leite, candidato de apoio da CBF), prometeu acionar os tribunais para tentar oficializar o título da Copa União. A dirigente participou do encontro desta segunda-feira, com Ricardo Teixeira e outros dirigentes.

Patrícia destacou a data como um "dia histórico para o Flamengo". Em nota, o clube prometeu um pronunciamento de sua presidente ainda nesta segunda-feira, na Gávea, para comentar o caso.

Entenda o caso

A polêmica no Campeonato Brasileiro de 1987 surge quando a CBF, na época, abdica da organização do torneio, alegando falta de recursos. É quando surge o Clube dos 13, que mantém a competição em vigência, convidando ainda Goiás, Coritiba e Santa Cruz. O torneio é vencido pelo Flamengo em decisão contra o Internacional.

Depois de abdicar da organização do Brasileiro, a CBF voltou atrás e criou o que ficou conhecido como o módulo amarelo, que teve 16 outros clubes e o Sport como seu campeão em final contra o Guarani. A entidade máxima do futebol brasileiro designou que teria de haver um cruzamento entre os dois, além de Flamengo e Internacional, para que fosse definido o real campeão.

Discordantes, Flamengo e Inter se negaram a jogar o quadrangular decisivo, o que fez a CBF anunciar Sport como o campeão e o Guarani vice. Em 1988, estes dois clubes inclusive representaram o Brasil na Copa Libertadores.

Confira a nota da CBF na íntegra:

A CBF, através de Resolução da Presidência nº 02/2011, reconheceu o Sport Club Recife e o Clube de Regatas do Flamengo como campeões brasileiros de 1987.

Na mesma resolução, foram reconhecidos como vice-campeões brasileiros de 1987 o Guarani Futebol Clube e o Sport Club Internacional de Porto Alegre.

A decisão da CBF foi comunicada pelo presidente Ricardo Teixeira a presidente do Flamengo Patrícia Amorim em encontro que aconteceu nesta segunda-feira, na sede da entidade.

Do encontro participaram ainda o presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro Rubens Lopes e diretores do Flamengo.

A presidente Patrícia Amorim agradeceu ao presidente Ricardo Teixeira e ao departamento jurídico da CBF pelo reconhecimento de um título que o clube conquistou no campo, de fato, e agora, o tem de direito.

"Esse é um dia histórico para o Flamengo. Quero homenagear todos os jogadores da campanha de 87 e o técnico Carlinhos. Vocês são agora os legítimos campeões de 87, e o Flamengo tem de direito seis títulos de campeão brasileiro."

O presidente Ricardo Teixeira esclareceu que o reconhecimento do título de 1987 a Sport e Flamengo segue a linha traçada quando da recomposição histórica feita no final do ano passado pela CBF, representada pela unificação dos títulos de campeão brasileiro que beneficiou Santos, Palmeiras, Cruzeiro, Fluminense e Bahia.

Ainda segundo o presidente da CBF, a decisão, tomada depois de novos e convincentes argumentos apresentados pelo departamento jurídico do Flamengo, contempla ainda o reconhecimento de que em 1987 houve dois campeonatos brasileiros, que tiveram Sport e Flamengo como campeões,

Ricardo Teixeira enfatizou ainda o fato de que não houve prejuízo esportivo ao clube pernambucano, que foi inclusive, ao lado do vice-campeão Guarani, o representante brasileiro na Taça Libertadores de 1988.

Dirigentes de CBF e Flamengo se reuniram e oficializaram divisão de conquista
Dirigentes de CBF e Flamengo se reuniram e oficializaram divisão de conquista
Foto: CBF / Divulgação
Fonte: Especial para Terra

compartilhe

publicidade