2 eventos ao vivo

Flamengo C sai atrás, mas reage e empata com Bangu

16 mar 2014
19h12
atualizado às 19h19

Com seus titulares e reservas incritos na Libertadores viajando para a Bolívia, onde na próxima quarta-feira enfrenta o Bolívar em duelo decisivo, o Flamengo escalou seu time C para enfrentar o Bangu na tarde deste domingo, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

O Bangu abriu dois a zero com Willen e Christiano, mas a garotada rubro-negra soube reagir e, com dois gols de Nixon, conseguiu empatar a partida.

O Flamengo, que já tem a liderança da primeira fase garantida, soma agora 35 pontos. O Bangu, por sua vez, soma 17, no meio da tabela.

Na rodada que encerra a primeira fase do Campeonato Carioca, Flamengo e Bangu têm seus jogos inicialmente programados para o domingo, 23 de março. O Fla recebe a Cabofriense, enquanto o Bangu encara o Boavista, na casa do adversário.

O jogo - Jogando com seu "terceiro" time, composto de muitos jogadores jovens e que não têm atuado na temporada, o Flamengo até que tentou equilibrar a partida no primeiro tempo. Mesmo debaixo de forte calor, as duas equipes conseguiram produzir várias chances de gol, mas no final a experiência do time do Bangu acabou pesando, e o alvirubro foi para o intervalo em vantagem.

O Fla assustou logo aos 4 num lindo passe de Matheus para Igor Sartori. A bola acaba sobrando para Nixon, que chuta para fora.O Bangu, que começou errando muitos passes, foi aos poucos se encontrando em campo e chegou com perigo aos 8, num chute cruzado de Christiano que raspou a trave esquerda da meta rubro-negra.

A melhor chance do Flamengo na primeira etapa aconteceu aos 20. Cruzamento da direita e Rodolfo cabeceia. O goleiro Rafael- ex-vasco e Fluminense, fez uma defesa de puro reflexo. No rebote, o mesmo Rodolfo tenta da pequena área mas volta a parar no goleiro do Bangu. No segundo rebote, Rafael salva com o pé a conclusão de Igor Sartori.

Depois de alguns minutos em ritmo mais lento, o duelo volta a esquentar no final do primeiro tempo.
Sartori avançou pela direita e cruzou para Nixon, que soltou a bomba raspando o travessão, aos 38.

Aos 40, o centroavante Willen recebe na meia-lua da área rubroo-negra e bate forte no canto, mas a bola resvala na trave e sai pela linha de fundo.

Três minutos depois, o mesmo Willen abriu o placar no Raulino de Oliveira. Rodrigo Pinho fez grande jogada e deixou o companheiro de ataque na cara do gol, e ele só tocou na saída de Luan para fazer 1 a 0.

E o Bangu quase fez o segundo antes do intervalo. Aos 45, Rodrigo Pinho é derrubado próximo da área. Almir cobra e acerta a trave.

As duas equipes retornam para o segundo tempo com a mesma formação, e a etapa começou da mesma forma com a anterior terminou: Bangu pressionando. E não demorou para o placar mexer mais uma vez. Aos 3, Willen recebeu na área mas não conseguiu concluir. A bola sobrou para Christiano chutar forte e cruzado sem defesa para Luan: 2 a 0.

Aos 11, Marcelo Buarque tira Rodolfo para a entrada de Luiz Antonio, que voltou a vestir a camisa do Flamengo após meses de disputa judicial. E três minutos depois, em sua primeira jogada, o Fla diminuiu. Digão tocou para o volante pela direita, ele cruzou rasteiro, e Nixon entrou de carrinho para marcar.

A entrada do campeão da Copa do Brasil de 2013 deu nova vida ao time do Flamengo, que se animou com o gol e passou a pressionar em busca do empate, que acabou saindo aos 20. Sartori fez boa jogada pela direita e tocou para Nixon dentro da área, e o atacante encobriu Rafael e deixou tudo igual no placar.

A juventude da equipe da Gávea pesou no final do jogo. Com mais fôlego, aos comandados de Marcelo Buarque pressionaram o Bangu em busca da virada. Aos 36, o apagado Matheus fez boa jogada na meia-lua da área e mandou de direita e tirou tinta da trave. O mesmo Matheus perdeu um gol incrível, cabeceando para fora da pequena área, depois de receber de Luiz Antônio.

O Bangu responde aos 38 com Geovani, que tirou Fernando da jogada e entrou sozinho na área, mas se afobou e chutou fraco, facilitando a defesa de Luan.

E o Bangu quase estragou a reação do Flamengo aos 45, quando Willen recebeu cruzamento de Juninho na pequena área, mas cabeceou para fora.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade