3 eventos ao vivo

Muricy tem volta de Mancuello e mantém 4-4-2 visando Boavista

O técnico Muricy Ramalho comandou um trabalho coletivo na manhã desta quarta-feira, no Ninho do Urubu, e começou a dar sinais da escalação que pretende utilizar no confronto de sábado, às 16h (horário de Brasília), diante do Boavista, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), pela penúltima rodada da Taça Guanabara, segunda fase […]

6 abr 2016
13h42
  • separator
  • 0
  • comentários

O técnico Muricy Ramalho comandou um trabalho coletivo na manhã desta quarta-feira, no Ninho do Urubu, e começou a dar sinais da escalação que pretende utilizar no confronto de sábado, às 16h (horário de Brasília), diante do Boavista, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), pela penúltima rodada da Taça Guanabara, segunda fase do Campeonato Carioca.

O treinador contou com o retorno do meia argentino Federico Mancuello, que trabalhou entre os titulares, e manteve o esquema 4-4-2, utilizado a maior parte do tempo no empate por 2 a 2 com o Botafogo, no fim de semana.

Afastado dos gramados desde 28 de fevereiro, por conta de uma lesão no joelho direito, Mancuello trabalhou com desenvoltura e não reclamou de dores. Ele já vinha fazendo bem o período de transição entre o departamento médico e a preparação física. O jogador treinou na vaga de Ederson, que compôs a equipe de reservas. Alan Patrick foi mantido na equipe principal, com o ataque sendo composto por Marcelo Cirino e Paolo Guerrero.

A lateral esquerda na atividade ficou a cargo do meia Chiquinho, que joga de maneira improvisada no setor. Dono da posição, Jorge deu apenas voltas ao redor do gramado. O atleta deu um susto no treino de segunda-feira ao desmaiar e ficar desacordado após receber uma cotovelada involuntária do lateral-direito Pará. Levado para uma clínica, o jogador passou por uma bateria de exames e foi liberado.

Jorge mostrou muitos sorrisos e correu sem problemas. Ao passar por alguns companheiros brincava perguntando se os mesmos tinham pensado que ele “havia morrido”. O jogador deverá ter condições de enfrentar o Boavista.

Pelo que Muricy Ramalho apresentou na atividade desta quarta-feira, o Flamengo deverá ir a campo diante do Boavista com a seguinte escalação: Paulo Victor, Rodinei, Wallace, Juan e Chiquinho; Gustavo Cuéllar, Willian Arão, Federico Mancuello e Alan Patrick; Marcelo Cirino e Paolo Guerrero.

Na manhã desta quinta-feira o elenco treina na parte da manhã. Flamengo e Boavista estão empatados com seis pontos conquistados cada um e ambos estão fora da zona de classificação para as semifinais, o que torna o confronto de suma importância para ambos.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade